HOME | Biblioteca | Livros | Estado do Mundo 2011 - Inovações que Nutrem o Planeta

Livros

26 de Outubro de 2011

Estado do Mundo 2011 - Inovações que Nutrem o Planeta

Estado do Mundo 2011 - Inovações que Nutrem o Planeta

Autor:WWI

Editora:WWI

No início do ano, o Worldwatch Institute (WWI) lançou o relatório "Estado do Mundo 2011 - Inovações que Nutrem o Planeta" (em inglês). Em 19 de otubro, o Instituto Akatu disponibilizou a versão traduzida do documento (também disponível em nossa biblioteca). A publicação destaca 15 projetos sustentáveis, de especialistas em agricultura e inovações, em um guia de como ter aumento de investimentos no setor agrícola e formas eficientes de minimizar a fome.

"O progresso demonstrado neste relatório irá prover informações aos governos, formuladores de políticas, ONGs e doadores que tentam frear o avanço da fome e da pobreza, fornecendo um guia claro para expansão ou replicação destes sucessos em qualquer lugar", afirmou o Presidente do Instituto Worldwatch, Christopher Flavin.

Um dos projetos de destaque é o cultivo de alimentos por crianças em idade escolar, uma estratégia eficaz de redução da fome e da pobreza em nações africanas. Além disso, tal modelo possibilita a redução do desperdício e a oportunidade de famílias economizarem dinheiro.

Um exemplo dadao na área de inovação tecnológica são os pastores da África do Sul e do Quênia que preservam variedades de gado adaptadas ao calor e seca das condições locais. Essas características são cruciais conforme os extremos climáticos pioram no continente, já que a África tem a maior área mundial permanente de pastagem e o maior número de pastores, com cerca de 15 a 25 milhões de pessoas dependentes do gado.

Em termos gerais, a publicação mostra que as questões agrícolas mundiais vão muito além do problema imediato da fome e precisam de especial atenção. O documento foi produzido pelo projeto do WWI "Nutrindo o Planeta", que teve acesso sem precedentes às maiores instituições agrícolas de pesquisa internacionais, assim como agricultores locais e sindicatos agrícolas.

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital