HOME | Colunas | Carro, o cigarro do futuro | Salvador e a nova plataforma de eventos

18 de Setembro de 2015

Leia Também

Isaac Edington

24 de Setembro de 2018

Cidade que corre

Isaac Edington

28 de Maio de 2014

A Copa e Geni

Salvador e a nova plataforma de eventos

Salvador tem na área de eventos grande potencial de investimentos que movimentam nossa economia. A realização da Copa do Mundo na cidade mandou um recado para o mercado: a capital baiana pode sediar eventos de alta complexidade. 

Operação de trânsito e transporte, hospitalidade, soluções de proteção e ativação das marcas, ordenamento dos espaços públicos e segurança, entre outras atividades de caráter organizacional, foram vivenciados por patrocinadores, empresários e promotores do Brasil e exterior. 

Iniciamos uma nova fase no setor de eventos da cidade. Estamos trabalhando para fazer com que a "plataforma de eventos" promovidos e/ou apoiados pela prefeitura possa contribuir para a estratégia de atração turística da cidade no cenário nacional e internacional, fomentar a atividade cultural e, ao mesmo tempo, dinamizar a ocupação dos espaços públicos.

O desesperado morre afogado, como escreveu o publicitário Nizan Guanaes em recente artigo. Nós temos que trabalhar para enfrentar qualquer problema

Trabalhamos fortemente para consolidar a "marca Salvador" na área de eventos. Além de avançarmos na requalificação de nossas festas populares, apostamos em consolidar o Réveillon como a maior festa de final de ano do país. Tivemos um Carnaval extraordinário, com forte avanço dos blocos sem cordas e grandes atrações nos bairros.

Abrimos espaço para manifestações diferenciadas como o Festival de Jazz, o grande sucesso do Festival da Cidade. Também investimos em eventos que movimentaram toda a cidade no período da Semana Santa, como o Arte do Sagrado. 

A prefeitura também vem requalificando áreas que estavam abandonadas há anos. Nova orla, nova praças e equipamentos culturais. 

A população está tomando conta de nossas ruas e praças de forma prazerosa, por meio de um grande número de iniciativas que a prefeitura vem realizando e apoiando, como a Feira da Cidade, Boa Praça, Salvador vai de Bike, Boca de Brasa, Arte por Toda Parte, Música no Ponto, Viver Barra, FoodPark Salvador e feiras das mais diversas. 

Este ano, estamos avançando também em captar e/ou apoiar eventos de outras dimensões. Nesse sentido, trabalhamos para não só ampliar nosso calendário, mas qualificá-lo, com a realização de eventos que, além da visibilidade para nossa cidade, possam ocupar a rede hoteleira, espaços culturais, gerar movimentação, consumo e dinamizar a atividade econômica de Salvador. 

Como exemplo, cito as tratativas importantes que a prefeitura está fazendo para trazer a Salvador a Stop Over Volvo Ocean Race, uma das regatas mais extensas e radicais do mundo.

O fato é que não podemos depender de uma só atividade para alavancar o turismo e, também, não dá para ficarmos inertes à espera das obras de reforma do Centro de Convenções pelo governo estadual. 

O desesperado morre afogado, como escreveu o publicitário Nizan Guanaes em recente artigo. Nós temos que trabalhar para enfrentar qualquer problema. É isso que a administração ACM Neto está incansavelmente fazendo.

Isaac Edington é presidente da Salvador Turismo (Saltur). Artigo publicado originalmente em 16 de setembro de 2015 no jornal A Tarde.

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

 
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital