Editorias / ISO 26000
HOME | ISO 26000 | Notícias | ISO 26000 é aprovada na oitava reunião plenária do GT

ISO 26000

04 de Junho de 2010

 

ISO 26000 é aprovada na oitava reunião plenária do GT

 o pr�cipe herdeiro da dinamarca, frederik, participa da oitava reuni� da iso 26000, observado por jorge cajazeira (segundo �dir.)
O príncipe herdeiro da Dinamarca, Frederik, participa da oitava reunião da ISO 26000, observado pelo presidente do ISO Working Group on Social Responsibility, o brasileiro Jorge Cajazeira (segundo à dir.)/Foto: Divulgação

A norma internacional ISO 26000 foi aprovada na segunda-feira, 17 de maio, durante a oitava Reunião Plenária do Grupo de Trabalho (GT) sobre Responsabilidade Social, realizada em Copenhague, capital da Dinamarca. Na ocasião, os stakeholders e demais integrantes do processo de elaboração do documento oficializaram a aprovação do texto - adiantada pelo portal EcoDesenvolvimento em 19 de fevereiro deste ano.

Com a aprovação, o Rascunho de Norma Internacional (DIS) passa para o estado de Rascunho Final de Norma Internacional (FDIS), considerada a última etapa antes de a nova norma ser publicada pela ISO. Os preparativos que buscam a publicação do documento até o final deste ano já encontram-se em andamento.

Ao término do evento na capital dinamarquesa, a delegação brasileira foi aplaudida pelo trabalho que construiu ao longo do processo, e também pelas parcerias firmadas ao longo de dez anos no intuito de oferecer diretrizes acerca da responsabilidade social ao mundo. O presidente do ISO Working Group on Social Responsibility é o brasileiro Jorge Cajazeira.

O que é a ISO 26000?

A ISO 26000 passou a ser desenvolvida em 2005, com o objetivo de fornecer diretrizes sobre a responsabilidade social para os setores privado e público. Durante cinco anos, o documento passou por oito reuniões em diversas partes do mundo, que incluíram a presença de stakeholders (partes interessadas) representantivos dos principais setores da sociedade.

Apesar da data-limite para a publicação da norma ser o mês de dezembro, há a possibilidade de que o documento esteja disponível até o terceiro trimestre deste ano.

Durante a reunião realizada em Copenhague, o príncipe herdeiro da Dinamarca, Frederik, proferiu pronunciamento no qual destacou a importância da ISO 26000 para a sociedade global.

Leia o texto na íntegra:

Delegados, bom dia! Senhoras e Senhores,

É um prazer ver essa enorme gama de nacionalidades diferentes, culturas diferentes, e diferentes grupos de interesse, todos aqui reunidos em Copenhague, com o objetivo de discutir como podemos criar uma comunidade global mais socialmente responsável .

Cinco meses atrás, a poucos quilômetros daqui, líderes mundiais e outros delegados estavam discutindo como lidar com as questões climáticas na 15ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre o Clima (COP15).

As mudanças climáticas são um desafio global de grande importância. Em minhas viagens frequentes à Groenlândia, tenho visto como as calotas de gelo derretendo têm transformado a vida das pessoas de lá. As consequências do aquecimento global são muito evidentes na Groenlândia, mas em essência as consequências são globais e afetam todos os povos ao redor do mundo, principalmente nos países em desenvolvimento.

A inovação proveniente das novas tecnologias tem garantido a prosperidade econômica e maior qualidade de vida na maior parte do mundo, mas esta é uma realidade dos países desenvolvidos. As nações emergentes não tiveram o mesmo crescimento, mas em muitos casos, elas têm sido mais afetadas pelas alterações climáticas, sofrendo as consequências de furacões e inundações.

Eu defendo que este é um exemplo claro da necessidade de se adaptar e, felizmente, o mundo está assistindo a um crescente interesse na tentativa de evitar o aquecimento global e superar tamanhas consequências. Quando eu participei do World Future Energy Summit, em Abu Dhabi, no início deste ano, senti uma determinação impressionante entre os participantes no que diz respeito a busca por respostas para as perguntas difíceis de transformar os nossos modos de produzir e consumir energia.

Agora é a hora de lidar com a ainda mais abrangente agenda de responsabilidade social que, de fato, inclui os desafios do clima, mas também os ambientais, sociais e outras questões que causam impacto sobre os seres humanos e suas relações no mundo inteiro.

Basicamente, eu acredito que a responsabilidade social é um dever de todos engajados na sociedade - local ou globalmente. É um dever dos cidadãos, das empresas, das organizações. Mas não é só um dever. Agindo com responsabilidade o ser humano fica forte, torna a sociedade mais forte, e no final do dia temos um mundo mais forte. Ser responsável perante aos outros é uma necessidade inerente do ser humano, uma exigência social de ser um cidadão, além de uma grande vantagem ao fazer negócios.

Os negócios engajados nas questões sociais desempenham um papel importante em nível local e global. As empresas (pequenas ou grandes) poderão participar da oferta de instalações desportivas locais, por exemplo. Ou eles podem exercer ações relacionadas à desafios globais como as mudanças climáticas e a pobreza. Na verdade, a responsabilidade social é um catalisador para estimular a inovação, para encontrar maneiras de superar alguns destes problemas.

Idealmente, isso deve contribuir para uma comunidade de negócios prosperando, para uma sociedade próspera e um mundo melhor para todos nós. Esta tarefa não é fácil. Continuamos querendo promover o crescimento e o desenvolvimento econômico e, ao mesmo tempo, cuidar de si, em meio as nossas sociedades e culturas diferentes.

Uma das partes difíceis da responsabilidade social é a forma de defini-la, além de chegar a um acordo sobre a forma de abordá-la . É evidentemente uma tarefa de grande importância. Para se chegar a uma norma comum é preciso que seja dado um passo de gigante. Ela irá proporcionar formas comuns de definir os termos básicos. Ele também irá estabelecer um quadro comum para a execução de esforços de responsabilidade social.

Na verdade, eu tenho dito que, até agora, mais de 25.000 comentários escritos foram apresentados durante o processo de negociação da norma ISO 26000. Isso certamente demonstra a magnitude do seu envolvimento e do significado que atribuem a este documento. Considerando as alterações climáticas, a pobreza e uma série de outras questões sociais que o mundo enfrenta hoje, as organizações precisam, bem como empresas e governo exercer a responsabilidade social . E para isso, um padrão internacional comum dentro deste campo será uma colaboração importante.

A minha esperança é que as organizações, empresas e governos ao redor do mundo, a partir de uma visão regional e global que acrescentem uma perspectiva local, façam uso da ISO 26000. Façam uso dela por causa da importância de cuidar das pessoas, de cuidar do planeta que compartilhamos, e por razões que implicam cuidar dos negócios.

O mundo está esperando por uma norma de responsabilidade social e, portanto, o significado deste plenário e seu trabalho pode ser subestimado.

Criar uma norma comum é um desafio global. Espero que as empresas, organizações e governos adotem a ISO 26000 e façam ações de responsabilidade social business as usual.

Desejo-lhes boa sorte nos dias que virão.
Obrigado.
Frederik, príncipe herdeiro da Dinamarca.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital