Editorias / Empresa Sustentável
HOME | EcoManagement | Walmart anuncia nota de impacto ambiental e investimentos em comércio justo

Empresa Sustentável

19 de Outubro de 2010

Leia Também
 

Walmart anuncia nota de impacto ambiental e investimentos em comércio justo

 programa do walmart estimula o empreendedorismo social
Itens produzidos por mulheres e homens de diversas comunidades brasileiras são comercializados pelo Walmart/Imagem: Reprodução

O Walmart anunciou que os produtos à venda nas lojas da rede no Brasil trarão no rótulo uma nota de sustentabilidade a partir de 2015, com o objetivo de informar o potencial de impacto dos itens comercializados no meio ambiente.

A maior empresa de varejo do mundo, com mais de 1.500 lojas distribuídas por 16 países (450 no Brasil), integra um consórcio coordenado por uma universidade norte-americana que reúne fornecedores, acadêmicos, varejistas, autoridades e entidades no intuito de desenvolver uma base mundial de dados sobre o ciclo de vida dos produtos, desde a matéria-prima até o descarte. A partir de então, as informações serão traduzidas em uma graduação simples capaz de mostrar ao consumidor a taxa de sustentabilidade do item que ele irá adquirir.

"É um projeto que envolve mais de 30 grandes empresas, como Unilever e Procter&Gamble", explicou ao jornal O Globo Yuri Feres, gerente de Sustentabilidade da companhia, sem revelar números do investimento feito pela rede Walmart.

Recentemente, em parceria com a indústria, o gigante do varejo criou o sabão em pedra à base de óleo de cozinha dos próprios consumidores (descartado em estações de reciclagem). O papel higiênico Neve Naturali, exclusivo da rede, é feito com fibras de papel reciclado. A redução de impacto ambiental também inclui óleo de soja, água mineral, esponja e band-aid.

Por meio do programa "Pacto pela Sustentabilidade", o Walmart Brasil também incentiva produtos de outras empresas a adotar critérios socioambientais. Um exemplo é a linha Pinho Sol, da Colgate, que passou a ter embalagem e rótulo à base de material reciclado, além de usar menos energia na fabricação. No caso do Óleo Liza, a produção reduziu consumo de água, energia, frete e de combustíveis fósseis por meio da troca de parte da matriz energética de petróleo para biomassa de origem controlada.

Há algumas semanas, o Walmart Brasil lançou o programa de rastreabilidade "Qualidade Selecionada. Origem Garantida”, que permite aos clientes identificar a procedência de produtos adquiridos na rede. A carne de marca própria é o primeiro item rastreado. Em breve, hortigranjeiros farão parte do processo.

"A ideia é mostrar ao consumidor a origem do produto, que não pode, por exemplo, ser de um fornecedor que faça uso de trabalho escravo", ressaltou o executivo. Segundo Feres, a rede já suspendeu um fornecedor líder de mercado em razão de práticas abusivas nesse sentido.

Comercialização de produtos comunitários

Além do site de produtos convencionais comercializados pelo Walmart Brasil, a rede virtual da empresa também conta com o E-Commerce Solidário, uma parceria com a empresa social Solidarium que busca oferecer aos consumidores produtos desenvolvidos por diversas comunidades brasileiras, a exemplo de acessórios para casa e cozinha, chinelos e bolsas.

“Esse é um importante passo para nos tornarmos o primeiro comércio eletrônico do varejo a abraçar as causas sociais e ambientais. Com a nossa base de clientes, otimizamos também a capacidade de disseminação do canal. Ou seja, além de atrairmos novos clientes, que passam a conhecer o que temos no site, ainda cumprimos o papel de oferecer ao consumidor uma escolha sustentável”, destacou Flávio Dias, diretor de e-commerce do Walmart Brasil.

A linha ‘Solidário’ é composta inicialmente por cerca de 100 itens. O projeto beneficia 13 empreendimentos situados nos estados do Paraná, São Paulo, Maranhão e Minas Gerais. Ao todo, são mais de 150 mulheres e homens que contam com suporte na ampliação das vendas. Com a comercialização realizada por meio do site do Walmart, essas comunidades serão beneficiadas com um aumento de demanda, renda e oportunidades de trabalho. O suporte da Solidarium também viabiliza um diferencial na negociação com o site, que antecipa 50% do pagamento para cada encomenda feita.

Agricultura Sustentável

Na quinta-feira, 14 de outubro, o Walmart anunciou que vai dobrar as compras de pequenos agricultores no Brasil até 2015. A meta faz parte do programa global de apoio à agricultura sustentável, anunciado pelo presidente global da empresa nos Estados Unidos, Mike Duke. O Clube dos Produtores, como é conhecido o programa no país, também irá ampliar o número de famílias atendidas: de 7 mil para 10 mil famílias, ampliando a renda dos agricultores em cerca de 10% no período e reduzindo em 20% as perdas de alimentos nas lojas.

“Por meio da agricultura sustentável, o Walmart está posicionado de forma única para fazer diferença na produção de alimentos – tanto para os agricultores quanto para comunidades e clientes. Nossos esforços ajudarão a aumentar a renda dos agricultores, conduzirão ao uso mais eficiente de pesticidas, fertilizantes e água, e fornecerão produtos mais frescos aos nossos clientes”, informou Mike Duke.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital