Editorias / Juventude
HOME | Notícias | Acampamento Intercontinental da Juventude contesta ideia de alienação

Juventude

29 de Janeiro de 2010

 

Acampamento Intercontinental da Juventude contesta ideia de alienação

 o sentido de "ideias perigosas" remete a ousadia do idealismo da juventude, segundo os acampados
O sentido de "ideias perigosas" remete a ousadia do idealismo da juventude, segundo os acampados/Foto: Zeca Baronio

Maravilha/Juventude/Tudo de Mim/Tudo de Nós... A década era a de 1980, o grupo, 14 Bis. A canção Linda Juventude, de autoria de Flávio Venturini com Márcio Borges, ajudou a embalar os sonhos de uma geração que acreditava em um mundo melhor. Atualmente, os jovens parecem outros, e a sensação é a de que eles não estão nem aí para os problemas do planeta. Mas quem esteve na cidade gaúcha de Novo Hamburgo durante os dias de Fórum Social Mundial (FSM) certamente ficou com as esperanças renovadas.

O Acampamento Intercontinental da Juventude (AIJ) completou dez anos em 2010, já que foi criado como parte integrante do FSM. O objetivo do espaço é agregar jovens de diversas partes do mundo com o intuito de que o sentimento de comunhão seja disseminado. Ao mesmo tempo, eles discutem possíveis soluções para que o mundo possa ser um lugar mais habitável, onde pessoas de diferentes classes sociais, sexualidades, etnias e crenças possam conviver em harmonia.

Uma das autoridades a visitar o AIJ, onde os jovens ficaram acampados durante uma semana, foi o ministro da Justiça, Tarso Genro. A primeira edição do FSM foi realizada durante a gestão dele como prefeito de Porto Alegre, em 2001, quando o também petista Olívio Dutra era governador. O político apresentou o painel "A Juventude Construindo uma Cultura de Paz e Cidadania na Segurança", no espaço Mundo da Diversidade. “Dizer que as utopias são perigosas é uma mentira. Eu posso dizer que quem não tem utopias é perigoso”, afirmou.

 espa� cultural do aij �dedicado a cantora mercedes sosa
Espaço cultural do AIJ em Novo Hamburgo é dedicado a cantora argentina Mercedes Sosa, conhecida como La Negra, identificada com os ideais socialistas. Ela morreu em outubro de 2009/Foto: Zeca Baronio 

Depois de participar do evento, o ministro ressaltou ao portal EcoDesenvolvimento.org a importância da solidariedade e do inconformismo, valores que para ele são vitais para a lembrança das ideologias de esquerda.“Temos de entender o outro como extensão de nós mesmos, negar a instrumentalização do corpo e da mente e não calar frente às injustiças”.

Questionado pelo estudante William Figueiredo sobre o que deve ser feito para reerguer e manter as utopias,Tarso Genro enfatizou a importância da postura política: “A retomada de uma visão pluralista da esquerda é seu grande movimento de renovação”. Em seguida, o índio Kamayurá, da tribo dos Pataxós, protestou contra a invisibilidade do povo indígena perante a sociedade: “Cadê o índio? Queremos nossos direitos. Cuidamos da terra para o governo, que nos expulsa quando quer”. O ministro concordou, sob a argumentação de que há muitas debilidades - ele observou a necessidade de uma reforma da Fundação Nacional dos Índios (Funai).

Musicalidade

E como os jovens costumam adorar música, o AIJ contou com um Palco Principal para receber dezenas de artistas de todo o país. Na quinta-feira, 28 de janeiro, a atração principal foi o Teatro Mágico, projeto que reúne elementos do cancioneiro popular, literatura, circo, teatro e muitas canções inspiradoras. Além da trupe, o som da juventude ficou garantido pelas bandas: Nuvens (Curitiba), Juca Culatra e Power Trio (Belém do Pará), Sol da Garganta do Futuro (Vitória), Os Vira Latas (Cuiabá) e Bataclã FC (Porto Alegre).

Espaços

O AIJ foi composto de vários espaços dedicados aos jovens que participaram do FSM Grande Porto Alegre. Os principais foram:

  • Espaço de Livre Avaliação (ELA): dedicado a avaliação dos FSMs, AIJs nos últimos dez anos. Nele, foram realizadas diversas plenárias, com o objetivo de estimular a reflexão e a proposição dos movimentos sociais, redes e etnias;
  • Espaço de Livre Ocupação (ELO): conforme o nome sugere, O ELO forneceu a interface e a aproximação das atividades do acampamento com as comunidades mais vulneráveis socialmente da cidade de Novo Hamburgo;
  • Mundo pela Diversidade: eixo que aglutinou todas as temáticas relacionadas à diversidade humana, Alfabetização Ecológica, Educação Libertadora, Reforma Urbana, Sustentabilidade, Gênero, Etnia, Nacionalidade, Credo, Origem e tudo o mais que nos torna diferentes, mas ao mesmo tempo iguais como seres humanos;
  • Eco-Aldeia de Paz: ponto para articulação das práticas dos movimentos ambientalistas, espirituais, indígenas e artísticos. 
  • Espaço de Economia Popular Solidária: espaço onde foi realizada a feira orgânica, a feira de artesanato, a feira de trocas solidárias e mais a praça de alimentação, além de ter sido o local de câmbio da moeda própria do AIJ, chamada Mate.
  • Conhecimentos Livres: área para a convergência dos debates relacionados à comunicação, acesso democrático, bem como de construção de práticas de educomunicação e descentralização da informação dentre outras atividades relacionadas a disseminação de conhecimento universal;
  • Cidade Hip-Hop: evolução da primeira Cidade Hip-Hop, construída no AIJ 2005, foi o espaço de convergência de todos os movimentos ligados às culturas de rua, sobretudo urbanas e marginalizadas, na perspectiva de uma construção coletiva de propostas e debates ligados principalmente à temática de juventude e suas expressões. Propôs a aproximação das diversas vertentes do movimento.

 - Assista aos vídeos produzidos pelo AIJ durante o FSM 2010 - 


Leia também

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital