Editorias / Carros e Transportes
HOME | Notícias | China se prepara para ser líder mundial na produção de elétricos

Carros e Transportes

15 de Abril de 2009

 

China se prepara para ser líder mundial na produção de elétricos

eletricos-china.jpg
O país pretende se tornar líder na produção de elétricos até 2011/Foto: newcar.xcar

A China anunciou um plano que visa transformar o país em um líder mundial na produção de carro híbridos e totalmente elétrico em menos de três anos. A meta partiu do alto escalão do governo e promete estimular a concorrência na briga pelas novas tecnologias automobilísticas. “A China está bem posicionada para conduzir isso”, afirmou o diretor de políticas governamentais na General Motors, David Tulauskas.

Os chineses estão atrás dos norte-americanos e japoneses quando o assunto é a produção de veículos movidos a combustíveis fósseis, mas ao obter as novas tecnologias, a China espera dar um passo à frente da concorrência.

O objetivo, determinado pelos principais líderes do governo chinês, é aproveitar enquanto as três grandes montadoras de automóveis de Detroit (GM, Chrysler e Ford), nos Estados Unidos, estão tentando uma recuperação e se preparar para a briga. Assim, elas enfrentarão a concorrência estrangeira ainda mais dura no futuro, quando as novas tecnologias automobilísticas se tornarem realidade.

Meio ambiente

Além de criar novos empregos e aumentar as exportações, o governo pretende diminuir a poluição urbana e reduzir a dependência dos combustíveis fósseis com a nova medida.

Uma pesquisa da consultoria McKinsey concluiu que a substituição dos carros movidos a combustíveis fósseis por outros, do mesmo tamanho, movidos a eletricidade, resultaria em uma diminuição de apenas 19% dos gases do efeito estufa nas cidades chinesas.

O motivo seria o fato de que grande parte das emissões de gases poluentes e de fuligem provém da queima de carvão. A atividade é responsável por 3/4 de toda a eletricidade do país e é mais agressiva ao meio ambiente que outros combustíveis, como o petróleo e o gás natural.

Além disso, se por um lado a medida ajuda a reduzir a poluição nos centros das cidades, o aumento da frota desses veículos aumentará a demanda por eletricidade. A consequência será mais carvão queimado nas fábricas e mais gases tóxicos lançados na atmosfera.

Incentivo

Frotas de taxi e agências governamentais receberão subsídio de US$ 8.800 para cada carro híbrido adquirido. A rede elétrica estatal também recebeu ordens para construir estações de recarga em Pequim, Xangai e Tianjin e um painel interagencial está planejando taxas de créditos para consumidores que comprarem carros alternativos.

A China pretende aumentar sua capacidade de produção para 500 mil carros e ônibus, entre híbridos e elétricos, até o final de 2011. O Japão e a Coréia devem produzir juntos 1.1 milhão de carros alternativos até essa data e os Estados Unidos pretendem fabricar 267 mil.

Vantagens

A China ainda leva vantagens quando o assunto é o uso dos carros elétricos. Isso porque os principais problemas desses tipos de automóveis, como a velocidade limitada e a autonomia reduzida, não seriam dor de cabeça para os chineses. O tráfego sempre congestionado não permite altas velocidades e a proximidade entre as cidades não exige longos períodos sem recarregagem.

Mas nem tudo são flores. Como a maioria dos moradores vive em apartamentos, muitos não teriam como recarregar seus carros em casa, o que demandaria a construção maciça de centrais públicas de reabastecimento.

Com informações do The New York Times

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital