Editorias / Responsabilidade Social
HOME | Notícias | EcoD Básico: Participação Cidadã

Responsabilidade Social

19 de Maio de 2010

 

EcoD Básico: Participação Cidadã

 ecod-basico.jpg
Sociedade civil organizada pressionou políticos em Brasília pela aprovação do Projeto Ficha Limpa/Foto: The World Wants a Real Deal

Costumamos nos queixar quando assistimos a corrupção na política, obras de infraestutura dos nossos bairros e cidades mal acabadas, serviços públicos que não funcionam, entre outros fatores prejudiciais à qualidade de vida.

No entanto, você é capaz de transformar para melhor uma realidade adversa. De que forma? Por meio da participação cidadã. Parece até romântico demais, mas a capacidade de mobilização de cada um de nós já foi capaz de derrubar um presidente da República e enfraquecer regimes ditatoriais.

Em um plano menos amplo, porém, igualmente importante, podemos cobrar dos nossos representantes as promessas feitas nas últimas eleições, reivindicar providências do poder público quando alguma obra prejudica a população do bairro e pressionar as instituições por leis mais justas.

Um bom exemplo é o Projeto Ficha Limpa, uma iniciativa da sociedade civil organizada que pretende tornar inelegíveis os candidatos que tenham condenações por órgãos colegiados. Promovida por entidades da sociedade civil organizada, a ação reuniu mais de dois milhões de assinaturas de todo o país em pról da causa.

Cidadania

Mas o que é ser cidadão? O conceito vem da Grécia clássica e está diretamente relacionado aos deveres e direitos. Ser cidadão é ter direito à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade perante a lei: ter direitos civis. É também participar no destino da sociedade, votar, ser votado, ter direitos políticos.

Os direitos civis e políticos não asseguram a democracia sem os direitos sociais, aqueles que garantem a participação do indivíduo na riqueza coletiva: o direito à educação, ao trabalho justo, à saúde, a uma velhice tranquila.

Nesse ponto é fundamental a participação consciente e responsável do indivíduo na sociedade, zelando para que seus direitos não sejam violados.

Como agir?

A participação cidadã e a informação são grandes aliadas. Por meio das associações comunitárias, por exemplo, é possível saber dos problemas que assolam o seu bairro.

As prefeituras, governos estadual e federal, câmaras de vereadores e de deputados, além do senado possuem ouvidorias e demais setores de comunicação, que tem como objetivo receber as reivindicações dos cidadãos. O mesmo vale para empresas e outras instituições que atuam em nosso meio.

Portanto, procure a melhor forma de ter os seus direitos assegurados, mas sem esquecer dos próprios deveres.

Com participação cidadã, um mundo melhor é possível.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital