Editorias / Moda e Beleza
HOME | Notícias | A "inconsciente" moda consciente de Júlio César

Moda e Beleza

02 de Maio de 2010

Leia Também
 

A "inconsciente" moda consciente de Júlio César

julio.jpg
Júlio, que mantém um ateliê em Nova York, apostou no tecido inteligente Sonic, feito com fita cassete reaproveitada, para agregar valor sustentável à sua marca / Fotos: Divulgação
 

À primeira vista, Júlio César é apenas um estilista que se preocupa com a pegada que deixa no mundo da moda e no planeta Terra. Mas ao aproximar um pouco mais o olhar sobre o primeiro estilista brasileiro a usar um tecido feito à base de fita cassete, percebemos que a coragem e a criatividade deste artista ampliam verdadeiramente as possibilidades do mundo da moda sustentável.

Natural de Mossoró, nordeste do Brasil, o designer ganhou impulso na sua paixão pela cultura e inovação para passear entre a moda sustentável. Apresentando um trabalho que mostra suas criações coloridas e que valorizam ainda mais a sua mistura única, Júlio conta para o EcoD um pouco mais sobre a sua “inconsciente” moda consciente.

EcoD: Você é o primeiro estilista a adotar o Sonic Fabric. Qual é a importância da moda se engajar na busca por um produto menos agressivo ao meio ambiente?
Júlio César: A moda tem um papel fundamental nisso. No mundo contemporâneo, a destruição do meio ambiente é causada por quase todas as pessoas, em todo o planeta. Mas existe um grupo, ainda minoritário, que tem uma preocupação muito grande com essa realidade. A moda, por ditar tendências, pode trazer uma mensagem de equilíbrio ecológico, mas é importante lembrar que nem sempre a mensagem chega às pessoas da maneira certa. Burocracia, política, ignorância e, principalmente, medo, fazem com que essa mensagem seja mal transmitida.

julio-4.jpg
Bolsas, gravatas, chapéus e até alças para guitarra são confeccionadas pelas mãos do estilista com o tecido "ecologicamente correto"

Então, é possível “fazer moda” sem deixar de lado a responsabilidade com o planeta?
Para mim é fundamental uma atitude responsável. Moda, hoje em dia, é cuidar do planeta, e eu espero que essa moda pegue (risos).

Em sua coleção de acessórios, você apresenta as possibilidades de uso para um tecido inteligente (Sonic). Essas inovações no mundo têxtil seriam o melhor caminho para uma moda mais consciente?
Acredito que seja mais um caminho. Há uma companhia em João Pessoa (Paraíba) que sou fã há muitos anos, a Petit Coton, que faz parte da Cooperativa Algodão Colorido Natural da Paraíba. Criam coisas simplesmente lindas, contemporâneas, chiques e altamente conscientes.

julio-3.jpg

Mesmo com tantas inovações, é preciso que o público também adote uma nova postura como consumidor. Os clientes recebem bem as criações que agregam um valor mais ecoeficiente?
Sim. Existe um grupo esclarecido que entende o que estamos tentando fazer e abraçam nossas ideias com muito carinho.

Seria mais viável trabalhar com moda sustentável no Brasil ou em outros países?
O Brasil já faz há muito tempo coisas lindas e sustentáveis com sementes, algodões naturalmente coloridos, capim dourado e muitas outras coisas que são bem aceitas no mercado, inclusive no exterior. O brasileiro já faz parte do consumidor consciente, mesmo inconscientemente.

Você pensa em ampliar, na confecção de seus produtos, o uso de tecidos ou materiais mais sustentáveis? Quais as dificuldades em adotá-los?
Estou montando uma companhia em São José de Mipibu, no interior do Rio Grande do Norte, e estou pesquisando e trabalhando com produtores e artesãs que usam produtos como a palha do Buriti, Capim Dourando e tantas outras fontes que tem como meta a produção sustentável - de objetos de arte à peças da moda. Estes produtos já estão sendo vendidos em várias lojas americanas, especialmente na loja Beijo, em Manhattan. Vejo as dificuldades muito mais como oportunidades.

julio-2.jpg
As criações de Júlio César já ganharam a admiração do cantor norte-americano Jason Mraz. Na foto, o cantor usa uma das gravatas da coleção criada com Sonic

Para o Júlio, qual a sensação de estar fazendo a sua parte com a construção de novas práticas estéticas que abraçam a responsabilidade?
É um prazer enorme, o desejo de que tudo isso não seja só "moda", que seja algo duradouro. Uma semente que futuramente gere frutos maravilhosos, com sabores tão doces e exóticos quanto a sua origem.

O que você gostaria de inspirar nas pessoas que conhecem o seu trabalho?
Alegria. Alegria traz tudo mais de bom.

decor.jpg
Artigos de decoração como bancos, almofadas e papeis de parede

Atualmente, Júlio mantém um ateliê com suas criações na cidade de Nova York, nos Estados Unidos. Para quem não estiver na cidade estadunidense e quiser conhecer um pouco mais do trabalho do designer, o site do estilista apresenta as roupas, acessórios, peças de decoração e até mesmo papeis de parede confeccionados pelo artista.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital