Editorias / Vida e Saúde
HOME | Notícias | Estudo revela que orgânicos tem mesma carga nutricional que convencionais

Vida e Saúde

30 de Julho de 2009

 

Estudo revela que orgânicos tem mesma carga nutricional que convencionais

organicos-capa.jpg
Apesar das vantagens ambientais, os orgânicos não são mais nutritivos que os convencionais, alerta a pesquisa.

Um estudo publicado dia 29 de julho, pelo American Journal of Clinical Nutrition, revelou que os alimentos orgânicos não são significativamente mais nutritivos que os convencionais. A pesquisa analisou 162 artigos científicos sobre o tema, publicados nos últimos 50 anos. Apesar da informação, especialistas continuam defendendo o consumo dos orgânicos.

A pesquisa procurou avaliar quantitativamente as diferenças nos teores de nutrientes entre alimentos orgânicos e aqueles produzidos de forma convencional. Para isso, os pesquisadores analisaram dados de artigos publicados nas revistas PubMed, Web of Science, e CAB Abstracts entre 1° de janeiro de 1958 e 29 de fevereiro de 2008. Eles ainda utilizaram outras fontes, como especialistas no assunto e bibliografias de bolso.

Ao final da análise, os pesquisadores constataram que as culturas convencionais contêm níveis mais elevados de nitrogênio, enquanto os orgânicos possuem maior teor de fósforo e maior acidez. Para os outros oito nutrientes (de um total de 11 analisados), não foram encontrados nenhuma diferença significativa entre os dois tipos de alimentos do ponto de vista nutricional.

Orgânicos em alta

O estudo foi impulsionado pelo crescente consumo desses tipos de alimentos em todo o mundo. Um trabalho do Instituto Biodinâmico (IBC) aponta que os orgânicos têm crescido em média 30% ao ano e já movimentam US$ 48 bilhões em todo o mundo.

Apesar da novidade, muitos especialistas mantêm a defesa dos alimentos cultivados de forma natural. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o pesquisador da Embrapa, Walter José Matrangolo, afirmou que mesmo sem vantagens nutricionais, os orgânicos se destacam por não possuírem agrotóxicos em sua composição.

“Os agrotóxicos contidos nos alimentos têm consequências crônicas, que podem aparecer ao longo dos anos”, alertou. O pesquisador lembra ainda que esses alimentos também saem ganhando quando o quesito é ética alimentar. “Quando a pessoa compra um alimento sem agrotóxico, menos produtos tóxicos são jogados no meio ambiente”, explicou.

Independente da escolha é importante lembrar que alguns alimentos têm maior capacidade de absorção de agrotóxicos, como a uva, a alface e o morango. Uma boa higienização, por outro lado, pode ajudar a reduzir os níveis de agrotóxicos nos alimentos. Uma dica é colocá-los em um litro de água com uma colher de sopa de bicarbonato de sódio.


Leia mais:

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital