Editorias / Copa Sustentável
HOME | Notícias | Governo pretende desenvolver "Copa Orgânica" para Mundial de 2014

Copa Sustentável

29 de Julho de 2010

Leia Também

Governo pretende desenvolver "Copa Orgânica" para Mundial de 2014

 agricultores que trabalham com produtos org�icos vislumbram bons neg�ios com a copa do mundo de 2014
Agricultores veem a Copa de 2014 como excelente oportunidade para organizar e ampliar a produção orgânica/Foto: Vitor Malheiros

O coordenador da Câmara de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Copa de 2014 do Ministério do Esporte, Cláudio Langone, afirmou nesta quinta-feira, 29 de julho, que um dos projetos que o governo federal deseja desenvolver para o Mundial do Brasil é o intitulado "Copa Orgânica", que busca ampliar o mercado de produtos orgânicos e/ou sustentáveis, no intuito de aumentar a oferta e diminuir os preços desse tipo de produto agrícola.

"Para isso, é preciso identificar e certificar os produtores que possam participar da cadeia de distribuição orgânica", explicou Langone, durante a segunda Reunião da Câmara de Meio Ambiente do Ministério do Esporte, realizada em Brasília. “Este evento é uma oportunidade para criarmos um sólido potencial de demanda para os orgânicos no país", destacou ao jornal O Estado de S. Paulo o gerente do projeto Organics Brasil, Ming Liu.

Segundo ele, os agricultores orgânicos terão uma excelente oportunidade para organizar e ampliar a produção, já sob a égide da legislação recentemente aprovada para o setor no país (nº 10.831, aprovada em 23/12/2003 e regulamentada por meio do Decreto 6.323, de 27/12/2007). “Se durante a Copa cada restaurante das cidades-sede incluir um item orgânico em seu cardápio isso já significará um grande crescimento. Importante é, após a Copa, manter o hábito de consumo orgânico", reforçou Ming Liu.

Mapeamento

Projeto Organics Brasil conta com 50 associados produtores de orgânicos. Em parceria com o portal Planeta Orgânico, a iniciativa realizará um mapeamento da cadeia produtiva, estrutura de hotéis e restaurantes das cidades-sede que poderão incluir orgânicos nos cardápios. “Temos quatro anos para isso. Assim que a regulamentação completa da lei sair, vamos investir nesse mapeamento”, relatou Ming Liu.

De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior, o Brasil possui 6,5 milhões de hectares cultivados com orgânicos - na Austrália, maior produtora, a área cultivada é de 11,3 milhões de hectares. Segundo dados da instituição, o país exportou 9.500 toneladas de orgânicos entre agosto de 2006 e janeiro de 2007 (volume que corresponde a US$ 5,5 milhões).

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Shopping EcoD
Abrasivo Digital