Editorias / Água
HOME | Notícias | Pescadores geram 10% do lixo marinho, dizem agências

Água

07 de Maio de 2009

 

Pescadores geram 10% do lixo marinho, dizem agências

tartaruga-rede-pesca.jpg
Milhares de animais marinhos morrem todos os anos por causa do lixo jogado no mar/Foto: Lorando Labbe

Um estudo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) sugere que 10% do lixo marinho estão sendo produzidos por pescadores. O número equivale a 640 mil toneladas.

A pesquisa, realizada em parceria com uma outra agência da ONU, a Organização para a Agricultura e a Alimentação (FAO), mostra que materiais de pesca abandonados no mar não só afetam o equilíbrio ecológico, mas também colocam em risco as embarcações.

Resíduos

O documento foi publicado na quarta-feira, 06 de maio, em Roma e Nairóbi, sedes das duas agências.

Pela pesquisa, a situação piorou por causa do aumento do número de pescas e também de redes sintéticas.

A maior parte do material não é atirada diretamente no mar, mas sim perdida em tempestades ou correntes fortes.

Alternativas

Para resolver o problema, a FAO e o Pnuma recomendam ajuda financeira para os pescadores que notificarem a perda de material no mar.

Além disso, as agências sugerem a instalação de aparelhos nos barcos que indiquem a localização das áreas onde as redes foram perdidas.

Uma outra sugestão da FAO é a fabricação de redes feitas com material biodegradável.


 

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital