Editorias / Energia
HOME | Notícias | Saara "verde": consórcio quer instalar maior usina solar do mundo no deserto

Energia

16 de Julho de 2009

 

Saara "verde": consórcio quer instalar maior usina solar do mundo no deserto

 Captação de energia solar do Saara deverá suprir demanda energética da Europa
Megausina deverá contar com tecnologia termossolar de última geração/Foto: HORIZON

Em 30 de janeiro deste ano, o portal EcoDesenvolvimento.org já adiantava para você a intenção do Instituto para a Energia da Comissão Europeia de suprir toda a necessidade energética da Europa, através da captação de luz solar do deserto do Saara. Um estudo mostrava que apenas 0,3% da luz solar que incide sobre aquela região e mais o Oriente Médio seria suficiente para satisfazer a totalidade da demanda do “velho mundo”, a um custo de € 450 bilhões. Bem, seis meses já se passaram, mas a ideia, apesar de inusitada, demonstra ganhar força a partir de agora.

De acordo com a BBC Brasil, um consórcio formado por 10 empresas multinacionais, entre elas a Siemens, Deutsche Bank e RWE, E.On, assinou, recentemente, uma carta de intenções para criar a Iniciativa Industrial Desertec, que viria a ser o maior projeto de energia solar de todo o mundo.

Orçado em US$ 555 bilhões, o empreendimento deverá contar com a construção de uma rede de usinas de produção energética totalmente limpa no Saara, ao norte da África, e de redes transmissão de energia, capazes de fornecer pelo menos 15% da eletricidade consumida no continente europeu. A região africana onde a megausina estaria situada e boa parte do Oriente Médio também seria beneficiada com a produção de eletricidade gerada no local.

 Gráfico apresenta os pontos na cor laranja, onde há alta incidência da luz solar
Pontos alaranjados mostram as regiões de alta incidência solar na África e Oriente Médio/Imagem: Divulgação/Desertec

O projeto deverá contar com a tecnologia termossolar, que utiliza espelhos para concentrar a luz do sol sobre encanamentos para produzir vapor em seu interior, que por sua vez movimenta turbinas que produzem eletricidade. Esse processo se difere da produção energética feita pelas células solares fotovoltaicas, que produzem eletricidade diretamente. O calor excedente produzido durante o dia na megausina poderá ser armazenado em tanques especiais para mantê-la em funcionamento durante a noite ou em dias nublados.

CSP

Segundo informações prestadas pela Desertec à BBC Brasil, a água necessária para criar o vapor que movimenta as turbinas sairia do Mar Mediterrâneo, que, dessalinizada, poderia ainda ser reaproveitada em regiões desérticas. Especialistas sugerem ainda que a sombra dos espelhos deva ser usada para plantação de espécies que normalmente não sobreviveriam ao intenso calor do deserto. Essa tecnologia, chamada Energia Solar Concentrada (CSP, na sigla em inglês) já é usada em usinas solares nos Estados Unidos e na Espanha.

*Com informações da BBC Brasil no site Inovação Tecnológica.

Leia também

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital