Editorias / Vida e Saúde
HOME | Notícias | Vizinhos se unem para trocar as sobras e evitar o desperdício de alimentos

Vida e Saúde

22 de Julho de 2009

 

Vizinhos se unem para trocar as sobras e evitar o desperdício de alimentos

crop-swap-capa-finaljpg.jpg
Escambo: cada um leva o que sobrou de sua colheita e troca por algum item que ainda não tem.

Uma comunidade da cidade californiana de Sacramento teve uma ideia para evitar o desperdício das frutas, verduras, legumes e flores que sobravam nas suas hortas e quintais e, de quebra, variar nas opções de almoço. Eles criaram o Crop Swap, uma espécie de feira onde todos podem trocar as sobras de alimentos com os vizinhos.

Funciona da seguinte maneira: todas as segundas-feiras pela tarde, membros da comunidade se reúnem, cada um com o que sobrou das suas hortas e jardins, e as trocam entre si. Os encontros acontecem durante o verão e já estão na sua segunda edição.

crop-swap-capa.jpg
O Crop Swap já está em sua segunda edição e já evitou que mais de 160 kg de alimentos fossem para o lixo/Fotos: Divulgação

Na hora da troca, tudo é controlado para que ninguém saia perdendo. Como alguns itens são mais “valiosos” que outros, os organizadores avaliam e dão um “preço” ao produto. Assim, na hora da troca, uma melancia pode valer cinco maças, e por aí vai.

As regras ainda proíbem o uso de dinheiro e exigem que todos os alimentos sejam cultivados de forma orgânica. Segundo os organizadores, ao final da noite sempre há sobra de comida, que é distribuída entre os participantes.

Eles ainda contam que na última temporada, a variedade de itens foi grande. Acelga, tomate, abobrinha, pepino, berinjela, mirtilos, morangos, melancia, ervas e flores já passaram de mãos em mãos entre os moradores de Sacramento.

crop-swap-2.jpg
Um mutirão de voluntários ajuda na construção da horta de um vizinho.

Na nova temporada, que começou em junho e vai até setembro, os organizadores pretendem estimular ainda mais o fim do desperdício. Para isso, um grupo chamado Harvest Sacramento, tem visitado todas as casas estimulando os moradores a colheres aquelas frutas, verduras e legumes que normalmente apodreceriam no pé e os doarem para um banco de alimentos.

Bons frutos

E os resultados dos encontros já apareceram. Somente no primeiro ano, mais de 160 quilos de comida foram trocados entre as 20 casas envolvidas. Alguns membros ainda se voluntariaram para dar palestras e oficinas gratuitas sobre jardinagem, compostagem, fornos solares, entre outros assuntos ligados ao tema.

crop-swap-4.jpg
Os membros da comunidade ainda oferecem palestras e oficinas gratuitas sobre o tema.

Os maiores ganhos, porém, não podem ser mensurados. Segundos os participantes, os encontros semanais foram capazes de unir novamente a comunidade e estimular os moradores e cultivarem suas próprias hortas, se alimentando de forma mais saudável e diversificada.


Leia também:

 

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital