Editorias / Eventos e Campanhas
HOME | Posts | 2011 | Fevereiro | Camarotes e artistas realizam Carnaval sustentável em Salvador

Eventos e Campanhas

22 de Fevereiro de 2011

Leia Também
 

Camarotes e artistas realizam Carnaval sustentável em Salvador

camarote
No Carnaval de 2010, a estrutura do Expresso 2222 também foi feita de madeira certificada/Foto: Divulgação

O Carnaval de Salvador contará com ações sustentáveis de camarotes e artistas em diversos pontos do circuito. Uma das iniciativas partirá do Expresso 2222, camarote de Gilberto e Flora Gil, que desde 2005 realiza festas de Carnaval sob a política do menor impacto ambiental possível. A organização do Expresso já priorizou fontes renonváveis e materiais reciclados e recicláveis para oferecer aos foliões durante os dias da festa.

Como as telhas e a estrutura do camarote feitas com placas fabricadas a partir de embalagens Tetra Park e a estação de reciclagem no subsolo da estrutura, que abrigará funcionários da Cooperativa de Catadores e Agentes Ecológicos de Canabrava (CAEC), para separar os materiais recicláveis e transformar o resíduo em renda.

Outro ponto pensado é o uso de utensílios de serviço, que como no ano passado, são biodegradáveis e compostáveis, feitos de resina de amido de milho e fécula de mandioca. Além disso, a iluminação da festa utilizará uso de controladores de cena e lâmpadas de baixo consumo de energia, assim como os ar-condicionados com selo de eficiência.

O Reiciclável

reiciclavelA banda Asa de Águia também entrou no ritmo da sustentabilidade. O personagem incorporado por Durval Lelys no Carnaval 2011 será o Reiciclável, um rei com vestes e hino que exaltam a reciclagem não só das ações para o meio ambiente, como também as relações humanas.

"Nesse Carnaval manifeste a sua emoção de ser um transformador. Recicle o lixo, recicle a sua própria vida, recicle o amor. O relacionamento está desgastado? O trabalho está puxado? Está cansado de viver as mesmas histórias? É hora de reciclar", brinca Durval ao apresentar a sua música.

Por trás do incentivo à curtição da festa momesca há um conjunto de ações para tornar a folia do Asa menos poluente. Para compor o personagem, Durval vai usar um figurino reciclado assinado pela estilista de moda responsável Valéria Kaveski. As roupas são feitas com materiais reutilizáveis, como lacres de garrafa, copos plásticos, caixas de fósforo e garrafas PET.

Os foliões que acompanharem a banda também vão usar roupas sustentáveis. Os abadás dos blocos CocoBambu e Me Abraça são produzidos com fios de garrafa PET e tinturados com tintas à base de água.

Por meio da campanha “Seja Você Também o Reiciclável da Folia”, Durval Lelys mobiliza os foliões a doarem jornais e revistas durante a entrega de abadás, entre os dias 28 de fevereiro e 8 de março, das 10 às 16 horas, no Centro de Convenções da Bahia. O material arrecadado será destinado para a ONG Paciência Viva, que desenvolve o projeto Ação Reciclar, beneficiando milhares de famílias na capital baiana.

O Asa de Águia também possui um projeto de mitigação do gás carbônico emitido na atmosfera durante a passagem do trio elétrico Dragão pela avenida. A organização da festa irá plantar árvores para neutralizar o carbono e diminuir os danos ao aquecimento global.

osb
Foto: Wikimedia Commons

O Camarote do Reino, do mesmo grupo do Asa de Águia, também vai realizar ações para diminuir os danos ambientais criados com a festa. O camarote está sendo montado com o OSB, um madeirite feito de madeira reflorestada, e materiais resistentes que durem para serem reutilizados nos próximos quatro anos, pelo menos. Para a decoração serão utilizados cds, latinhas, lacres e tampinhas usadas. A organização também aboliu o saco plástico na entrega do abadá e o folião receberá sua camisa feita de garrafa PET em sacolas reutilizáveis.

Rock' in Roll na avenida

O bloco Preserve Amazônia World Band vai unir o rock nacional a uma campanha contra a construção de cinco rodovias federais na Amazônia (BRs 156, 163, 230, 319 e 364). A Vá de Trem, atual ação da ONG Preserve Amazônia, será tocada pelos músicos Gutto Goffi e Peninha, do Barão Vermelho, George Israel, do Kid Abelha, o americano Delmar Brow, ex-integrante das bandas de Sting, Ray Charles e Miles Davis, e os baianos Lula Amoedo, Keko Pires e Bruno Nunes.

preserve
Foto: Divulgação

O trio que carregará os foliões do rock também terá suas emissões de carbono neutralizadas com plantação de árvores. A Cetrel, empresa que recolhe lixos tóxicos de indústrias da Bahia, realizará a mitigação por meio do programa Fábrica de Florestas e também estará monitorando a qualidade do ar com uma unidade móvel instalada no circuito Dodô, no bairro de Ondina.

A iniciativa de trazer a preservação da Amazônia para o Carnaval de Salvador foi do músico Bruno Nunes, que participa de ações da ONG Preserve Amazônia há três anos. Uma das ações já realizadas para divulgar a campanha foi a música Vá de Trem, que foi lançada em videoclipe durante a mostra "Faróis do Cinema", realizada em setembro de 2010 no Rio de Janeiro.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital