Editorias / Vida e Saúde
HOME | Posts | 2011 | Fevereiro | Repaginadas, fraldas reutilizáveis voltam a ganhar adeptos

Vida e Saúde

10 de Fevereiro de 2011

 

Repaginadas, fraldas reutilizáveis voltam a ganhar adeptos

img01.gif
Mais bonitas e práticas, as fraldas de pano estão de volta / Fotos: Divulgação/Bebês Ecológicos

Fraldas de pano não são mais coisas do passado. Deixadas de lado por pais e mães atarefados e substituídas pelas descartáveis, esses modelos estão de volta ao mercado – mas em uma versão totalmente repaginada.

Feitas em diversas estampas, cores e materiais, as novas fraldas são formadas por um conjuntinho de calça e absorvente, colocado na parte interna da peça. Velcros e botões ajudam a mande-las no lugar sem o uso dos velhos grampinhos de joaninha e outros bichinhos.

Outro modelo, ainda indisponível no Brasil, possui uma parte biodegradável, que pode ser jogada na privada depois do uso, e uma parte externa, que é como uma calça e pode ser lavada normalmente.

Para quem ainda torce o nariz para a ideia, fabricantes e usuários prometem vantagens capazes de atrair até pais de primeira viagem. Segundo a Procter & Gamble, empresa que fabrica a marca Pampers, uma criança chega a usar até 5.500 peças descartáveis até aprender o caminho do banheiro, que acontece por volta dos dois anos.

Como o Brasil ainda não possui um sistema de reciclagem desse material, todas as fraldas jogadas no lixo acabam em aterros espalhados pelo país, levando até 500 anos para se decompor.

A grande quantidade de polpa de celulose (e, consequentemente, de árvores abatidas), energia, água e produtos químicos usados na fabricação das fraldas, como dioxina, polipropileno (cobertura interna absorvente) e polietileno (parte externa impermeável), são outros agravantes que estão fazendo muita gente abandonar, mesmo que parcialmente, as fraldas descartáveis.

Além dos problemas ambientais, esses modelos podem reforçar o aparecimento de alergias e problemas de pele, já que a criança acaba ficando mais tempo com a peça do que o recomendado pelos médicos – que é de uma troca a cada evacuação.

Por fim, os adeptos das reutilizáveis defendem seu uso pela economia. Uma conta feita pela Fralda de Pano Gira Mundo mostra que os gastos com fraldas descartáveis podem chegar a quase R$ 4.700,00 em dois anos, enquanto que o uso de reutilizáveis não ultrapassa R$ 1.700,00 no mesmo período (incluindo os custos de água, sabão e energia elétrica utilizadas para a lavagem).

img02.gif
O único problema continua sendo a lavagem. "Dá trabalho, mas não é nada impossível”

A designer gráfico, doula e educadora perinatal, Patricia Merlin, é uma dessas adeptas. Mãe de Maria Luiza, de 2 anos, e de Pedro, de 7, Patrícia conta que usou fraldas de pano na caçula desde o nascimento.

“Muita gente achava que eu era louca. Faziam aquela cara de espanto. ‘Fralda de pano, por quê?”, ai ia explicar. Primeiro achavam estranho, depois achavam legal e algumas até levaram a ideia pra suas vidas”, conta.

O principal questionamento era sempre sobre a hora da lavagem, lembra Patrícia. “Cada fralda tirada tinha que ser limpa imediatamente. Primeiro eu passava uma água pra tirar o excesso, depois colocava de molho na água com vinagre, lavava com sabão de coco e depois batia na máquina”, diz. “Dá trabalho, mas não é nada impossível”.

A recompensa vinha de outras formas, como a maior proximidade com a criança. “Eu ficava mais ligada na dinâmica dela porque não podia deixar a fralda muito tempo”, diz.

Quem faz coro é Mariana de Aquino, mãe da Ana, que só usou fraldas de pano na filha durante os primeiros 12 meses. “Tanto ela como eu tínhamos mais consciência de como o corpo funcionava, da hora de trocar a fralda. E no verão, ou quem mora em lugar quente, só com a fralda a criança já está vestida. Porque são lindas e a gente quer mostrar”, diz.

Sites como Babyslings, Bebês Ecológicos, Fralda Bonita, Gira Mundo e Meu Mundo Sustentável já vendem esses modelos de fraldas para todo o país.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital