Editorias / Arquitetura e Construção
HOME | Posts | 2011 | Julho | Adobe for Women faz casas sustentáveis para mulheres em situação de risco

Arquitetura e Construção

26 de Julho de 2011

 

Adobe for Women faz casas sustentáveis para mulheres em situação de risco

capa.jpg

Adobe for Women é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 2011, cujo objetivo é recuperar e ensinar técnicas de construção em terra para mulheres em situação de risco no povoado indígena de San Juan Mixtepec, no estado de Oaxaca, no México.

A meta do projeto é ajudar a construir 20 casas sustentáveis para 20 mulheres que vivem em circunstâncias difíceis, e que participam com o seu trabalho no processo de construção. Desta forma, apropriam-se pouco a pouco da sua futura morada e reencontram a auto-estima, a capacidade de trabalho e a esperança que lhes permitirão transformá-las em espaços seguros e afetuosos para as suas famílias.

As casas são energeticamente eficientes e construídas com materiais locais, como adobe e bambu. Cada moradia custa 3.830,84 euros, o equivalente ao preço de meio metro quadrado de um apartamento em Paris ou Amsterdã, um metro quadrado nas capitais bálticas e dois metros quadrados nas cidades europeias mais econômicas.

Desde a fundação, o Adobe for Women já ajudou a reconstruir a vida de mulher como Lucila Ramirez Chaves, de 32 anos, viúva e mãe de quatro filhas. Trabalhando no campo, Lucila não tinha casa e vivia de favor na residência da sogra.

lucila.jpg

Assim como Lucila, centenas de outras mulheres vivem em situações semelhantes não apenas no México, como também na maioria dos países pobres ou em desenvolvimento. Somente na região de Oaxaca, 60% dos homens, principalmente os jovens chefes de famílias entre 15 e 24 anos (cerca de 50,8%) migram para países desenvolvidos, como os Estados Unidos, em busca de melhores condições de vida. Desses, apenas 15,7 regressam para suas casas.

Enquanto seus filhos e maridos estão fora, estas mulheres continuam a lutar sozinhas por um lugar na sociedade e uma melhoria de vida, num estado que tem o 3º maior índice de analfabetismo do país. De fato, mais de 80% da população feminina continua ou sem saber ler e escrever, ou a ter o ensino básico incompleto.

Estrutura

As casas, de planta simples e retangular, possuem sistemas de reaproveitamento de água e eficiência energética e são construídas com materiais locais, como adobe e bambu. Pequenos painéis solares instalados no telhado são capazes de prover energia para quatro lâmpadas, uma televisão e um rádio. Já o sistema de coleta de água da chuva pode armazenar água para ser utilizada na cozinha, banheiro e horta. 

A casa ainda possui um sistema de banheiro seco, utilizado nas instalações sanitárias onde, em vez de usar descargas ou sistema de esgotos, armazena fezes e urina, transformando-as num produto para nutrir o solo. É chamado seco porque não utiliza água, não a desperdiça e evita contaminá-la.

No quintal, todo o lixo orgânico é transformado em adubo através da compostagem. Além de aproveitar uma parte do lixo habitacional, o composto melhora a estrutura do solo, e serve como adubo para as pequenas plantações da família.

A casa ainda é dotada de uma Estufa Lorena, que é um fogão artesanal energeticamente eficiente que utiliza menos madeira para cozinhar que os típicos fogões a lenha. Basicamente consiste numa caixa fechada de lama e areia com uma chaminé. A lenha é colocada no interior da caixa, e através do fumo a comida é aquecida. Este sistema permite reduzir o consumo de lenha até 60% e melhorar a qualidade do ar interior da cozinha.

construcao.jpg

Próximos passos

Depois de construir as 20 casas para as mulheres escolhidas para o projeto, os organizadores do Adobe for Women pretendem exibir documentários e exposições da iniciativa como forma de aumentar a visibilidade e os apoios para a construção de novas casas.

“Acreditamos que este é o primeiro de muitos projetos que poderão vir a melhorar as condições de vida de pessoas pelo mundo inteiro. Como associação portuguesa sonhamos um dia poder vir a implementar este projetos ou outro semelhante em países de língua portuguesa, em muitos dos quais existem necessidades idênticas e onde são precisas casas dignas de se chamarem casas”, afirmam.

Quem quiser ajudar, pode fazer doações através do site do projeto.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital