Editorias / Voluntariado
HOME | Posts | 2011 | Março | Gentileza em cada flor

Voluntariado

27 de Março de 2011

 

Gentileza em cada flor

capa.jpg
A florista Helena Lunardelli decidiu usar seu trabalho como ferramenta para um mundo melhor / Fotos: Arquivo pessoal 

A florista Helena Lunardelli percebeu que poderia contribuir com um mundo melhor através do seu trabalho. Assim, em vez de apenas fazer arranjos bonitos para festas e casamentos, ela decidiu dar nova vida às flores que sobravam depois dos eventos e as transformar em arranjos para idosos em abrigos.

Dessa forma nasceu o projeto Flor Gentil. Com esse pequeno gesto de gentileza, ela descobriu um novo significado para seu trabalho e uma nova missão para sua vida.

EcoDesenvolvimento: Como surgiu a ideia do projeto Flor Gentil?

Helena Lunardelli: Ao longo dos 10 anos trabalhando com as flores, sempre me incomodei na hora da desmontagem das festas com as flores indo para o lixo. Ouvia as pessoas da limpeza dizerem quão difícil tinha sido conseguir um bouquet apenas para os seus casamentos. Vi também muita gente que vinha trabalhar comigo que gostaria de ter tido algum tipo de experiência com as flores, mas os cursos são muito caros...

Enfim, no final de 2009, resolvi formatar e colocar em prática o Flor Gentil. Na verdade veio junto com um questionamento pessoal também, do que eu poderia fazer para o mundo através do meu trabalho. Vi que daquele momento em diante não seria mais feliz apenas fazendo os arranjos comercialmente. Eu queria um começo, meio e fim para o que faço.

entrega.jpg
Helena entrega flores para idosa em um dos abrigos que atende

Por que flores?

Porque é meu trabalho. Sou florista há 10 anos. As flores são o que há de mais expressivo na natureza. Elas são a minha inspiração, minha ferramenta para expressar ao mundo o meu trabalho.

Quais as reações mais frequentes de quem recebe as flores e qual foi a mais marcante?

Sempre recebem com um sorriso ou choram emocionadas. É incrível ver como o ser humano não está acostumado com gestos gentins que não tenham nada em troca. A melhor lembrança é ver como uma atitude simples e gentil pode mexer de uma forma positiva com tanta gente. Sejam os idosos, os funcionários ou os voluntários.

Como esse trabalho impacta você?

Me sinto uma pessoa melhor, realizada, humana. Quero que o projeto cresça muito.

Quantas pessoas já estão envolvidas no projeto e quantas instituições já recebem as flores?

São 10 instituições. Mais de 320 voluntários inscritos, cerca de 480 idosos que atendemos. Sem contar com o trabalho do voluntariado profissionalizante que fazemos e o Fundo Gentil, que é uma espécie de “Porta da esperança” das flores, onde pessoas de baixa renda escrevem contando as suas histórias e doamos flores para ocasiões especiais.

entrega2.jpg
"É incrível ver como o ser humano não esta acostumado com gestos gentins que não tenha nada em troca."

Algumas pessoas acreditam que a felicidade está na simplicidade e nos pequenos detalhes, mas muita gente parece ter esquecido isso. O que acha?

Concordo. A felicidade no todo é construída através das pequenas atitudes, palavras, pensamentos...

Com as pessoas cada dia mais sérias e estressadas, como acha que podemos incluir mais leveza e alegria em nossas rotinas?

Entendendo que o sentido da vida é muito maior. E fundamentalmente que somos seres da mesma espécie. Seja gentil que a vida será gentil com você.

Além da responsabilidade social, o projeto evita que toneladas de flores em perfeito estado acabem no lixo. Sem contar que cada flor traz uma história diferente. Qual a importância da origem dessas flores no projeto?

As flores são a alma do projeto, sem elas ele não acontece. Ou seja, a consciência de cada doador só alimenta a nossa história para crescer e tornar viável o orojeto.

Como você consegue atrair novos parceiros e voluntários?

Através das matérias que saem sobre ele e no boca a boca das pessoas já envolvidas.

voluntarios.jpg
Mais de 300 voluntários já trabalham no projeto, que atende 10 instituições e 480 idosos

Por que os idosos?

Sempre tive uma relação especial com meus avós, e acho que aqui no Brasil não temos uma cultura em relação ao idoso. Somos um país jovem ainda, sem contar que até irmos deste mundo para outro merecemos até o último dia carinho e respeito do próximo. A terceira idade é um momento difícil, com limitações físicas e mentais. Mas eles são nós amanhã.

O mundo precisa de mais gentilezas como essa?

Com certeza. Se cada um dentro da sua área profissional puder colaborar com o outro, doando um pouco do que sabe, acredito que o mundo melhorará e muito. Gentileza é um misto de generosidade, olhar para o outro e se doar.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital