Editorias / Carros e Transportes
HOME | Posts | 2011 | Setembro | Bike Anjo ensina iniciantes a andar de bicicleta com segurança

Carros e Transportes

02 de Outubro de 2011

 

Bike Anjo ensina iniciantes a andar de bicicleta com segurança

aranha
Foto: Acervo pessoal

Cansado do estresse dos engarrafamentos, o publicitário Carlos Aranha buscou na bicicleta uma ideologia de vida mais saudável e fez dela o seu principal meio de transporte. Há quatro anos morando em São Paulo, o carioca entrou para um grupo de pedalada e resolveu agir pelo bem-estar da cidade ensinandando pessoas a também usarem a bike como um transporte seguro.

Junto com o amigo João Paulo, Aranha criou o site Bike Anjo, que oferece aulas de bicicleta nas ruas de todo o país. Na capital paulista, eles acompanham iniciantes no percurso de casa para o trabalho e adequam o tempo livre para perseguir o ideal de viver em cidades melhores e mais saudáveis.

Portal EcoDesenvolvimento.org: Como surgiu a ideia de criar um grupo para ensinar pessoas a andar de bicicleta?

Carlos Aranha: Essa é uma prática que já existia em São Paulo. Naturalmente, as pessoas mais experientes em pedalar no trânsito acabavam ajudando amigos ou conhecidos a começarem a fazer o mesmo. Só que isso era feito de uma maneira muito desorganizada, por conhecer alguém ou por indicação de alguém.

O projeto surgiu com o objetivo de organizar esse fluxo, fazer esse meio de campo, e juntar voluntários às pessoas que querem começar a usar a bicicleta como meio de transporte alternativo ao carro. Hoje o iniciante vai no nosso site, coloca o local que ele mora e o local em que ele trabalha, o dia que ele gostaria de experimentar e aí a gente consegue um voluntário na área dele que possa atendê-lo.

Você sempre gostou de bicicletas? Como surgiu essa sua relação com a bike?

Para falar a verdade, não. Eu gosto é de chegar rápido nos lugares, de praticidade. O apego que tenho não é pelo veículo em si, pela bicicleta, mas pela praticidade que ela me traz em uma grande cidade como São Paulo. Então, depois de sofrer muito em trânsito e em congestionamentos com carro, eu comecei a pensar na bicicleta como alternativa e vi que ela me dava muito mais facilidade e economia. Porque gasta-se muito menos dinheiro, você se estressa muito menos e chega mais rápido nos lugares. É uma forma muito mais agradável de viver a vida.

bike anjo

A partir de que momento o grupo cresceu a ponto de ter instrutores em várias cidades do Brasil?

Foi muito rápido. Cerca de dois a três meses depois da criação do site, vários grupos em todo o Brasil, e até em Portugal, nos procuraram querendo fazer o mesmo, perguntando como a gente criou o sistema. Aí, rapidamente, a gente começou a trocar essa experiência, de uma forma que várias cidades no Brasil começaram a fazer a mesma coisa, coletar voluntários e indicá-los para quem estava querendo começar.

Vocês trabalham como uma rede ou é separado em cada cidade?

No momento, a gente está trabalhando como rede, porque todo mundo que procura o Bike Anjo, sendo de outra cidade, a gente indica para esses outros grupos. Mas a tendência é que esses grupos criem a sua própria interface.

Qual o combustível que move as 250 pessoas que trabalham como voluntários no Bike Anjo?

A intenção de viver em uma cidade melhor. A gente hoje está vivendo um caos em São Paulo, relativo a trânsito, poluição e muito estresse, muito barulho. A cidade é muito caótica, as pessoas não conseguem conviver bem e chegar aos lugares. Mas a gente sabe que a bicicleta é uma das soluções para isso. Quanto mais bicicletas e menos carros estiverem nas ruas, a gente vai viver em uma cidade menos poluída e mais agradável, com menos trânsito. Essa é a nossa motivação.

Você considera o Bike Anjo como um hobby ou vê algo a mais?

Eu considero essa atividade como uma ideologia prática. Como uma ideologia de resultado. Porque eu faço sim por prazer, mas é com uma crença muito forte por trás disso. É uma crença de que a gente realmente está mudando essa cidade.

Você acredita que o uso da bicicleta como meio de transporte vai crescer no Brasil?

Já está crescendo. Hoje, no Brasil, a gente tem mais bicicletas do que carros, quase o dobro, na verdade. A utilização nas grandes cidades é que depende de estímulo e, principalmente, de respeito por parte dos motoristas e poder público. Mas a tendência é só crescer. Aqui, em São Paulo, a gente observa que em dois anos mais do que dobrou o número de ciclistas que andam de bike diariamente na cidade. Sendo que 93% desses ciclistas estão usando a bicicleta para trabalho ou estudo, não é esporte ou lazer.

No Bike Anjo, por exemplo, a gente recebe mais de 100 pedidos de novas aulas por mês.

rio
A prática do Bike Anjo também está nas ruas do Rio de Janeiro/Foto: Divulgação

Quais os maiores desafios que encontramos hoje para ter a bicicleta como um meio de transporte viável, no Brasil?

O principal desafio hoje é fazer a população entender a bicicleta como um veículo qualquer que deve andar na rua, entre os outros carros.  Inclusive, pelo artigo 72 do Código de Trânsito, as pessoas em bicicletas têm preferência sobre outros veículos automotores. Quem criou o Código de Trânsito já previa que a bicicleta deveria ser uma alternativa estimulada, uma alternativa viável para as pessoas.

Qual a indicação que você dá para alguém que ainda está começando a aprender a andar de bicicleta, mas quer utilizá-la como meio de transporte?

A primeira coisa é entrar em Bike Anjo e ver a nossa sessão de dicas. Lá tem uma parte teórica importantíssima, que mostra como você deve se posicionar na rua, como você deve sinalizar, que tipo de equipamento você deve utilizar para se precaver. Boa parte da segurança do ciclista, assim como a segurança do motorista e do pedestre, está na direção defensiva. Se você está precavido com relação aos riscos que todo meio de transporte tem, você consegue evitar praticamente qualquer possibilidade de tomar um susto ou se acidentar.

O segundo ponto é buscar alguém que seja mais experiente (pode ser através do Bike Anjo) para acompanhar essa pessoa nas primeiras pedaladas. Assim, ela rapidamente vai pegar segurança e vai querer continuar para sempre.

BikeAnjo no Cartase.Me from Bike Anjo on Vimeo.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital