Editorias / Economia e Política
HOME | Posts | 2011 | Setembro | Economia verde deve ser associada ao combate à desigualdade, defende Abramovay

Economia e Política

23 de Setembro de 2011

 

Economia verde deve ser associada ao combate à desigualdade, defende Abramovay

 sociedades precisam reduzir a depend�cia do carbono, segundo o especialista
Sociedades devem chegar a um metabolismo industrial que reduza drasticamente o uso de carbono, segundo o especialista/Foto: VascoPyjama

O desafio fundamental da Rio+20 é associar a construção da economia verde ao combate à desigualdade. A opinião é de Ricardo Abramovay, professor do departamento de economia da FEA e coordenador de projeto temático do Programa Fapesp de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais.

Em artigo recente para a revista Página 22, Abramovay afirmou que o principal desafio da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que será realizada em 2012, no Rio de Janeiro, não consiste em juntar economia verde e luta contra a pobreza. "Essa junção já está em curso e faz parte do business as usual, da forma corriqueira de se levar adiante os negócios públicos e privados", argumentou.

Segundo Abramovay, o desequilíbrio metabólico da atual relação entre a sociedade e os ecossistemas muda radicalmente a natureza, o alcance e o significado da questão da desigualdade no mundo contemporâneo. "Além de seu óbvio fundamento ético e funcional, a luta contra a desigualdade adquire uma dimensão material inédita", acrescentou o especialista, que também é pesquisador do CNPq.

O grande desafio do século XXI, assim, está na construção de um metabolismo social capaz de garantir a permanência e a regeneração dos serviços que os ecossistemas prestam às sociedades. Mais precisamente, trata-se de chegar a um metabolismo industrial que reduza drasticamente o uso de carbono na base material e energética da sociedade e, ao mesmo tempo, ofereça oportunidades para que as necessidades básicas dos seres humanos sejam preenchidas - Ricardo Abramovay.

De acordo com Abramovay, sem objetivos claros na redução da desigualdade, é forte o risco de que a própria legitimidade da economia verde seja colocada em questão. "É difícil imaginar tema mais importante para ocupar o centro da Rio+20", observou.

O especialista embasou seus argumentos em dois relatórios recentes sobre o tema: Decoupling Natural Resource Use and Environmental Impacts from Economic Growth (Descasando o uso dos recursos naturais e os impactos ambientais do crescimento econômico), do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), e The Great Green Technological Transformation (A Grande Transformação Tecnológica Verde), do World Economic and Social Survey, do departamento de assuntos econômicos e sociais do secretariado das Nações Unidas.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital