Editorias / Mudanças Climáticas
HOME | Posts | 2012 | Abril | Conheça 10 lugares que podem sumir do mapa por causa das mudanças climáticas

Mudanças Climáticas

20 de Abril de 2012

 

Conheça 10 lugares que podem sumir do mapa por causa das mudanças climáticas

tuvalu chegou a interromper negocia��es da cop-15
Tuvalu sofre com as inundações constantes/Foto: mrlins

Dez lugares distribuídos por diferentes regiões do mundo. Além da beleza paradisíaca de alguns deles, outro ponto em comum, nem um pouco belo e animador, chama a atenção: são localidades extremamente vulneráveis à elevação do nível do mar, que segundo a comunidade científica deve subir de 0,8 até 2 metros ainda neste século em função do aquecimento global. Um levantamento recente da ONG Co+Life alerta que esses locais correm sério risco de deixarem de existir caso nada seja feito. São eles:

  •  Tuvalu

Com área de 26 quilômetros quadrados, o pequeno conjunto de nove ilhas situado no oceano Pacífico (entre a Austrália eo Havaí) corre o risco de submergir diante do aumento do nível do mar. As inundações constantes já atrapalham a produção local de alimentos e a obtenção de água potável. Indignado com a falta de ações concretas da comunidade internacional durante a 15ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre o Clima (COP-15), realizada em Copenhague (Dinamarca), em 2009, o governo local chegou a interromper as negociações da cúpula por algumas horas, a fim de chamar a atenção para o problema.

 eleva��o do n�el do mar tamb� afeta a ilha maldivas
Nível do mar já subiu 20 centímetros nas Ilhas Maldivas, no último século/Foto: roberta zouain

  • Ilhas Maldivas

Cerca de 80% do arquipélago localizado no oceano Índico está apenas um metro acima do nível do mar. De acordo com o levantamento da Co+Life, uma elevação brusca das águas poderia varrer do mapa o local repleto de praias de areia branquinha, palmeiras e atóis de corais. No último século, o nível do mar já subiu 20 centímetros em algumas partes do país. Temendo o pior, o governo local estuda comprar um novo território para o seu povo.

veneza some um cent�etro a cada cinco anos
Veneza some um centímetro a cada cinco anos/Foto: Flávio Duarte

  • Veneza

Mas se engana quem pensa que a ameaça só inclui lugares distantes e nem tão conhecidos em nível mundial. Até mesmo Veneza, na Itália, um dos principais destinos turísticos do mundo está na lista. Ocorre que a cidade afunda a uma taxa de 2 milímetros por ano (um centímetro a menos a cada cinco anos), de acordo com pesquisadores da Scripps Institution of Oceanography da Universidade da Califórnia, San Diego. O cenário certamente se torna preocupante para gerações futuras.

 vista a�ea do delta do mississipi
Vista aérea do delta do Mississipi, região sujeita a constantes enchentes/Foto: J Mullhaupt

  • Delta do Mississipi

O delta do Mississippi, nos Estados Unidos, cobre uma área de 75 mil km², onde vivem cerca de 2,2 milhões de pessoas. É na cidade de Nova Orleans, castigada pelo furacão Katrina em 2005, que se concentra a maior parte da população. Localizada a meio metro abaixo do nível do mar, a região que tem na pesca uma de suas principais atividades econômicas, está sujeita a constantes enchentes.

 porto de roterd�tamb� est�amea�do
O porto de Roterdã, um dos maiores do mundo, também está ameaçado/Foto: pimgmx

  • Porto de Roterdã

Situado ao lado do Mar do Norte, o porto de Roterdã é um dos maiores e mais lucrativos do mundo. Ao mesmo tempo, representa uma luta constante contra a água, uma vez que aproximadamente um terço da Holanda fica abaixo do nível do mar, sendo que o ponto mais baixo está quase 7 metros abaixo do nível da água. Sem uma extensa rede de barragens, diques e dunas, o país seria especialmente propenso a inundações. Mas, segundo cientistas, nem mesmo a sofisticação do sistema de gerenciamento de água holandês poderá dar conta de uma elevação brusca do nível do mar até o final do século.

 rio nilo
Aumento do nível do mar afeta o Rio Nilo e pode causar impactos negativos na vida de quatro milhões de pessoas/Foto: Rô Bueno

  • Delta do Rio Nilo

Segundo maior rio do planeta, o Rio Nilo chegou a ser mencionado na Bíblia. Na Antiguidade, o Delta do Nilo, uma planície com 160 km de comprimento e 250 km de largura, era onde se localizava o chamado Baixo Egito, a região que mais sofreu a influência do período helênico. É aí que o rio Nilo se divide em vários braços para desaguar no mar Mediterrâneo, ao Norte. Hoje, a região é uma das mais ameaçadas do mundo pelo aumento do nível do mar, que, segundo previsões, pode afetar até quatro milhões de pessoas e destruir boa parte da produção agrícola local.

t�isa cresce um mil�etro por ano
Elevação do nível do mar provoca a elevação de um milímetro por ano do Rio Tâmisa/Foto: Dubes

  • Rio Tâmisa

Nem mesmo o Rio Tâmisa, situado em Londres (Inglaterra), uma das cidades mais conhecidas do mundo, está livre de desaparecer. Lá, a variação do nível do mar provoca a elevação de um milímetro por ano, o que levou a firma de arquitetura britânica Baca a desenvolver uma casa anfíbio capaz de resistir às enchentes. Primeiro projeto deste tipo a receber autorização do governo inglês, a residência de 225 metros quadrados de área está sendo construída a apenas 10m da margem do rio Tâmisa, em Male, no condado de Buckinghamshire.

 delta do mekong
No delta do Mekong, previsão é de que, até 2100, o mar engolirá 5% do território, 7% das terras agrícolas e 11% de sua população/Foto: dalbera

  • Delta do Mekong

A região do Delta do Mekong, uma das mais férteis do Vietnã, pode tornar-se vítima das mudanças climáticas. Um aumento do nível do mar inundaria rapidamente as fazendas de camarões, os vilarejos e os cultivos agrícolas que garantem trabalho e sustento para os moradores locais. Segundo as previsões mais pessimistas, até 2100, o mar engolirá 5% do território, 7% das terras agrícolas e 11% de sua população.

 bangkok
Capital da Tailândia, Bangkok já pode ter partes submersas nas próximas duas décadas/Foto: Ranna Photography

  • Bangkok

Partes da capital da Tailândia podem ficar totalmente submersas já nas próximas duas décadas. A cidade sofre com um crescimento populacional e urbano desorganizado, que se torna alvo fácil das enchentes constantes e cada vez mais intensas que assolam o país. Localizada sobre o delta do rio Chao Phraya, Bangok está, aos poucos, afundando, de 1,5 a 5 centímetros por ano.

 ganges
Delta do Ganges, região habitada por 120 milhões de pessoas/Foto: sherrattsam

  • Delta do Ganges

Só em Bangladesh, 120 milhões de pessoas que vivem no delta do Ganges estão ameaçadas pela elevação do nível do mar. O Bangladesh é um país com poucas elevações acima do nível do mar, com grandes rios em todo seu território situado ao Sul da Ásia. Os desastres naturais como inundações, ciclones tropicais, tornados e marés em rios são normais no país todos os anos.

- Conheça o levantamento da ONG Co+Life - 

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital