Editorias / Cidades Sustentáveis
HOME | Posts | 2012 | Agosto | Poluição é obstáculo invisível para atletas em Londres

Cidades Sustentáveis

01 de Agosto de 2012

Leia Também
 

Poluição é obstáculo invisível para atletas em Londres

folego.jpg
Olimpíadas de Londres exige muito fôlego dos atletas: a cidade é uma das mais poluídas do velho continente
Foto: Korea.net

 

Os mais de 10 mil atletas, oriundos de 205 países, enfrentam nos Jogos Olímpicos de Londres um desafio a mais: vencer a poluição. A qualidade do ar da capital britânica chegou a níveis alarmantes na véspera do início da competição, quebrando a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e preocupando a organização dos jogos.

A poluição por ozônio, crônica em Londres, pode prejudicar a performance dos atletas e até mesmo reduzir as possibilidades de se quebrar recordes, segundo informou uma equipe de pesquisadores da King's College University.

Para minimizar o problema,  o governo britânico investiu em uma solução química capaz de atrair partículas de poeira fina do ar e prendê-las ao asfalto.

De acordo com eles, o nível elevado da substância dificultaria a absorção de oxigênio, reduzindo o desempenho dos competidores, principalmente de modalidades mais aeróbicas e de resistência, como ciclismo, corrida, natação e vela. Os atletas são especialmente vulneráveis à poluição porque respiram uma grande quantidade de ar rapidamente ao longo de várias horas.

No Sul da Inglaterra, a concentração de Ozônio chegou a 190 microgramas por metro cúbico, quase o dobro do estabelecido pela OMS (100). O aumento nos níveis de ozônio é causado pelas altas temperaturas, que esquentam os poluentes industriais e do trânsito.

Poluentes

Em relação à poluição atmosférica, Londres é uma das cidades mais sujas da Europa. Nem o rodízio de veículos, adotado há oito anos no Centro, conseguiu solucionar a questão. Além do ozônio, a capital britânica é assolada por poluentes como partículas de fuligem e dióxido de nitrogênio, cujas concentrações são as piores entre todas as capitais na União Europeia.

Para minimizar o problema, ao menos durante os jogos, o governo britânico investiu em uma solução química capaz de atrair partículas de poeira fina do ar e prendê-las ao asfalto. Após serem capturados pela solução de acetato de magnésio, os poluentes são recolhidos pelo tráfego ou lavados pela chuva.

Emissões olímpicas

Os aviões usados por atletas, dirigentes e torcedores vão responder por mais da metade (52%) das emissões de gases de efeito estufa durante os Jogos Olímpicos de Londres. O inventário foi feito pela consultoria Best Foot Forward a pedido da organização dos jogos.

Além dos deslocamentos, os cálculos consideram, entre outros fatores, as novas instalações e o consumo adicional de energia nos hotéis. Ao todo, as emissões associadas a todos os meios de transporte representam cerca de 400 mil toneladas de CO2. Londres deve receber mais de dois milhões de visitantes ao longo do evento.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital