Editorias / Biodiversidade
HOME | Posts | 2012 | Fevereiro | Ação humana interferiu na formação de savanas há 4 mil anos

Biodiversidade

17 de Fevereiro de 2012

Leia Também
 

Ação humana interferiu na formação de savanas há 4 mil anos

savana.jpg
Savanas eram florestas tropicais/Foto: Fuffy_ge

Nada de Revolução Industrial. A interferência do homem no clima e bioma terrestre pode ter começado há 4 mil anos. Uma pesquisa francesa publicada no site da revista Science concluiu que o surgimento das savanas na África, entre 3.500 e 4.000 anos atrás, coincidiu com o início da exploração da agricultura no local.

Durante anos, os cientistas explicaram a transição de florestas tropicais para savanas apenas como uma consequência das mudanças climáticas que o planeta sofreu. No entanto, a análise de sedimentos no fundo do Rio Congo, um dos maiores do continente, revelou que a região passou por mudanças climáticas abruptas na mesma época em que fazendeiros bantus chegaram ao local, após deixar a área onde hoje se encontra Camarões e Nigéria.

No vale do rio Congo, o desmatamento, a segunda causa global de liberação de gases que causam o efeito estufa na atmosfera, foi iniciado pelo povo Bantu, uma das mais antigas etnias africanas. Eles devastaram áreas de florestas tropicais para plantar palmeiras, milheto e inhame, culturas que necessitam muita luz do sol. As análises do leito do rio mostram que houve um aumento significativo no depósito de sedimentos na época do advento da agricultura no local.

Os bantus também cortaram árvores para a produção de carvão vegetal, com o qual se mantinham aquecidos, cozinhavam e produziam armas e outros artigos de metal. Os resultados sugerem que a intensificação do uso da terra pelos humanos teve um impacto significante na floresta tropical já naquela época. Segundo os pesquisadores, o grupo teria acelerado o processo de erosão na área ao derrubar árvores para criar terra arável e para as fundições.

Assim, o clima na África Central transitou de quente e úmido, como o da Amazônia brasileira, para sazonal, com uma estação seca e outra chuvosa. Ao longo do rio Congo, a floresta tropical sobreviveu, mas savanas e desertos se formaram nas proximidades e comprometeram vários de seus afluentes. Atualmente, as florestas que sobraram no centro da África continuam ameaçadas pela ação do homem, por meio da agricultura e da mineração, além do avanço dos desertos.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital