Editorias / Consumo Consciente
HOME | Posts | 2012 | Fevereiro | Brasileiros criam site que promove o consumo colaborativo

Consumo Consciente

28 de Fevereiro de 2012

Leia Também
 

Brasileiros criam site que promove o consumo colaborativo

buscala.jpg
O site promove troca, vendas e aluguéis de produtos usados/Imagem: Divulgação

Preocupados com o consumismo, os empresários brasileiros Marcello Wallace e Leonardo Comino decidiram seguir um dos exemplos de sucesso na Europa e nos Estados Unidos, e aderiram ao "Movimento Consumo Colaborativo", criando o site buscala.com.br, tudo na intenção de poupar o meio ambiente propondo pequenas alterações em nossos hábitos.

Segundo o BuscaLá, atualmente, consumimos 20% a mais de recursos naturais do que o planeta é capaz de repor. Por isso, uma mudança de atitude é mais do que necessária e é bem mais simples do que você pode imaginar. "Uma mudança de atitude simples e necessária. Compartilhando, ajudamos a reduzir o consumo global dos recursos", afirmou Wallace.

O site surgiu em maio de 2011 e incentiva o comércio (e o escambo) justo de produtos e serviços. A ideia é que a troca beneficie as duas partes, priorizando a utilidade ao invés do mero consumismo.

Como funciona

Cadastre o produto e escolha se será trocado, vendido por um preço acessível ou alugado por determinado período. Pronto, agora é só esperar que alguém se interesse pela proposta. Se estiver procurando algo, é possível fazer uma busca por palavra-chave ou categorias, tanto para o produto, como vestuário e eletrônico, tanto para forma de troca, como compra ou aluguel.

Tamanha é a variedade que dá para achar de equipamento de surf a furadeiras.
A negociação do valor do aluguel, o período e a entrega são definidos pelos próprios usuários. Para intermediação entre as partes, o buscala.com.br cobrará uma taxa no valor de R$ 5,90.

Ações beneficentes

Além da prática do consumo colaborativo, o BuscaLá também está oferecendo espaço para projetos e causas sociais, chamado "Ações do Bem" e já conta com mais de 30 empresas e ONGs cadastradas. Ao participar do projeto, o site divulga sem custos, para todo o país, o trabalho de instituições, empresas e ONGs.

Os interessados em "fazer o bem" (doções), serão linkados às instituições de caridade, creches, escolas e também às pessoas carentes. "Nosso ímpeto por riqueza material vem causando a exclusão das nossas necessidades sociais mais básicas, como os vínculos de família e de comunidade, paixões pessoais e, principalmente, a responsabilidade social", comentou Comino.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital