Editorias / Arquitetura e Construção
HOME | Posts | 2012 | Junho | Arenas da Copa do Mundo de 2014 terão certificação ambiental

Arquitetura e Construção

20 de Junho de 2012

 

Arenas da Copa do Mundo de 2014 terão certificação ambiental

copa-capa.jpg
Foto: Glauber Queiroz/ME

As 12 arenas da Copa do Mundo da Fifa, que será realizada no Brasil em 2014, terão certificação ambiental. O modelo foi voluntariamente adotado pelo país e também terá utilização pela entidade internacional do futebol como critério para a construção dos estádios dos mundiais de 2018, na Rússia, e 2022, no Catar.

As informações foram reforçadas pela Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) na terça-feira, 19 de junho, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). Na ocasião, as entidades detalharam suas estratégias para a realização do megaevento esportivo de forma sustentável.

O secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, explicou que uma das exigências do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para conceder o financiamento de até R$ 400 milhões por arena foi que elas buscassem certificação ambiental.

O aproveitamento da água para abastecer reservatórios e irrigar gramados, a reutilização do entulho de demolição em outros empreendimentos, e uma maior eficiência energética são algumas das ações adotadas nas 12 cidades-sede.

Certificação obrigatória

"A dimensão da sustentabilidade foi incorporada explicitamente como condição para concessão dos empréstimos pelo BNDES. Foi uma iniciativa tomada pelo governo brasileiro e pela direção do banco, o que nos permitiu incorporar dimensões muito mais amplas de sustentabilidade no projeto e na execução das obras dos estádios", afirmou Luis Fernandes.

Na opinião do diretor de responsabilidade social corporativa da Fifa, Frederico Addiechi, a Copa de 2014 será lembrada não só como um torneio de futebol, mas pelo seu legado ambiental e social duradouro, o que exige a participação de todas as partes envolvidas, desde o torcedor até as construtoras.

“Como país-sede e líder global no desenvolvimento sustentável, o Brasil e seu governo estão sendo importantes para a federação e para o COL na modelagem dessa estratégia de sustentabilidade", enfatizou o diretor.

Na Rússia e no Catar, os compromissos sociais e ambientais já foram elementos obrigatórios do processo de candidatura. Ainda como resultado das iniciativas voluntárias nos estádios do mundial no Brasil, a certificação ambiental será obrigatória na construção de todas as arenas das próximas duas copas.

Com informações do Portal Brasil.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital