Editorias / Biodiversidade
HOME | Posts | 2012 | Junho | Faixa gigante na praia de Copacabana solicita atenção para oceanos

Biodiversidade

21 de Junho de 2012

 

Faixa gigante na praia de Copacabana solicita atenção para oceanos

poema
Três milhões de pessoas dependem da biodiversidade marinha e costeira/Foto: Marcello Casal Jr

De frente para o mar de Copacabana, dezenas de pessoas encontraram inspiração para pedir a preservação de oceanos, na quinta-feira, 21 de junho. Em uma faixa de 150 metros estendida no calçadão, elas deixaram declarações de amor e cobraram dos governantes ações para salvar o ecossistema. A iniciativa é da ONU, que trouxe, pela primeira vez à América Latina, o artista espanhol Angel Arenas, idealizador do chamado Poema Gigante.

Os oceanos e mares são vitais para existência do ser humano porque produzem oxigênio e alimentos. A ONU afirmou que, três bilhões de pessoas dependem da biodiversidade marinha e costeira para a própria subsistência. Porém o tema não mereceu ações específicas de proteção no documento elaborado pelos chefes de Estado na Rio+20, de acordo com a Agência das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

"A situação dos oceanos ainda não teve muito destaque. Nas negociações da Rio+20 falamos muito sobre florestas, o que é normal, poluição do ar e uma série de outras questões. Os oceanos não foram muitos discutidos", comentou o representante, Eric Falt.

O gari Richards Santos, de 28 anos, se preocupa com a quantidade de lixo na praia, principalmente pequenos dejetos, como guimbas de cigarro e canudos. Ele fez uma pausa para dar uma bronca em forma de poema e pedir para as pessoas levarem de volta o que trazem à praia. "É muito lixo que a gente tira. As pessoas deviam ter mais cuidado, com latas e garrafas PET", declarou, enquanto parava rapidamente para deixar seu recado no poema.

Já o casal de turistas gaúchos Alvaci Gonçalves, de 66 anos, e José Gonçalves, de 68 anos, completaram a faixa pedindo a defesa da natureza. "Uma vez que a gente se conscientiza em salvar o planeta, o mar vai se beneficiar também. É um conjunto de atenção", afirmou a aposentada, que veio ao Rio para participar dos eventos paralelos à conferência.

O artista Angel Arenas se diz contente com o engajamento do público. Segundo ele, os oceanos estão esquecidos na agenda internacional e a ideia do poema era tirar o assunto dos encontros oficiais e trazer para a orla. "Só a população pode pressionar os governos agora. Nosso objetivo aqui é esse. Fazer com que [as pessoas] tomem consciência de sua força e cobrem a limpeza do mar", destacou sobre a obra, que será doada à prefeitura da cidade do Rio.

Com informações da Agência Brasil.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital