Editorias / Carros e Transportes
HOME | Posts | 2012 | Junho | São Paulo terá táxis elétricos nas ruas na próxima semana

Carros e Transportes

06 de Junho de 2012

 

São Paulo terá táxis elétricos nas ruas na próxima semana

taxi-eletrico-sp.jpg
Projeto piloto terá, até o final do ano, mais oito veículos com emissão zero de poluentes/Foto: Divulgação/CMT

A partir da próxima segunda-feira, 11 de junho, a capital paulista terá dois táxis elétricos circulando pela cidade. Na última terça-feira, (5) a Secretaria Municipal de Transportes lançou um projeto piloto que terá, até o final do ano, mais oito veículos com emissão zero de poluentes.

Segundo o secretário de Transportes de São Paulo, Marcelo Cardinale, o projeto é experimental e tem o objetivo de dar visibilidade a essa tecnologia. “Vários países, principalmente os asiáticos, já adotaram medidas de políticas de sustentabilidade como essa”. Ele destacou que 78% das emissões poluentes da cidade são originadas nos veículos de transporte de superfície.

O lançamento foi realizado no Dia Mundial do Meio Ambiente e a uma semana da abertura da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que reunirá líderes mundiais, no Rio de Janeiro, para discussão de ações que garantam o crescimento econômico com preservação ambiental.

“Pretendemos ampliar a frota de veículos elétricos futuramente, inclusive com adesão dos carros da assessoria do prefeito. A maior capital brasileira deve assumir o compromisso de desenvolver políticas sustentabilidade”, projetou o prefeito Gilberto Kassab.

O período de testes do projeto vai durar 36 meses, no entanto, a prefeitura não tem previsão em relação à substituição de um número maior de veículos. De acordo com a secretaria municipal, só a frota de táxis do município tem 33.697 veículos.

Barreiras

Uma das dificuldades para a ampliação da produção de veículos elétricos no país é o custo, tendo em vista que cada carro custa em média R$ 200 mil. Os dez carros que farão parte do projeto piloto, por exemplo, foram cedidos por uma montadora japonesa.

“Baratear os carros é fundamental para ampliação da frota. A produção de carros nacionais é uma medida importante nesse sentido, assim como a diminuição da carga tributária”, sugeriu Kassab.

Outro inconveniente é o tempo de carregamento da bateria do veículo, atualmente seis horas. Com carga total, o carro circula por 160 quilômetros. De acordo com Sidney Simonaggio, vice-presidente da Eletropaulo, que é parceira do projeto, o tempo de carregamento diminuirá para apenas 30 minutos com a instalação de tomadas de alta potência até o final do ano.

“Agora são duas tomadas. Iremos instalar mais cinco tomadas. O investimento da Eletropaulo é de cerca de R$ 100 mil em cada tomada. Com a ampliação do projeto e com uma maior produção, esse custo deve ser menor”, informou.

Com informações da Agência Brasil.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital