Editorias / Água
HOME | Posts | 2012 | Março | Chuveiro elétrico consome menos água e energia do que aquecedores

Água

08 de Março de 2012

Leia Também
 

Chuveiro elétrico consome menos água e energia do que aquecedores

chuveiro.jpg
A diferença chega a ser de 200% entre o chuveiro elétrico e os outros aquecedores/Foto: Sxc.hu 

Com recursos hídricos cada vez mais escassos e a geração de energia mais problemática, economizar no consumo diário desses dois itens é fundamental. Apenas a troca do sistema de aquecimento residencial já representa uma redução significativa do consumo de água e energia, fazendo bem para o planeta e para o bolso.

Tomar banho com chuveiro elétrico é mais econômico do que em aparelhos dotados de aquecedores solares e a gás. É o que revela uma pesquisa do Centro Internacional de Referência em Reuso de Água (Cirra/Poli) da USP (Universidade São Paulo). De acordo com o estudo, o chuveiro elétrico apresenta consumo médio anual de água menor que os demais sistemas de aquecimento.

O chuveiro elétrico está presente em mais de 73% das residências brasileiras

Em um ano, a média do consumo de água no chuveiro elétrico foi de 4,2 litros por minuto (l/min). O chuveiro híbrido solar - um aquecedor solar com um chuveiro elétrico na ponta, portanto, uma alternativa ao aparelho tradicional - obteve uma média anual de 4,1 l/min, representando um número 2,3% menor que o consumo do chuveiro elétrico.

Por outro lado, o aquecedor a gás obteve uma média de 8,7 l/min, ou seja, 207% maior que o consumo do chuveiro elétrico. Embora seja o movido a gás seja o campeão, as outras formas de aquecimento não ficam para trás. O aquecedor solar obteve uma média de 8,4 l/min, número 200% maior que o consumo do chuveiro elétrico e o boiler elétrico obteve uma média de 8,5 l/min, 202% maior que o consumo do chuveiro elétrico.

Economia

O chuveiro elétrico também faz diferença no bolso. Um banho de oito minutos custa, em média, R$ 0,27 (entre consumo de água e energia elétrica) no chuveiro híbrido solar e R$ 0,30 no chuveiro elétrico. Por sua vez, o mesmo banho sai por R$ 0,46 (53,3% a mais do que o chuveiro elétrico) com aquecedores solares tradicionais, 96,6% mais caro (R$ 0,59) com aquecedores a gás e 246,6% a mais (R$ 1,08) com o boiler elétrico.

A boa notícia é que o chuveiro elétrico está presente em mais de 73% das residências brasileiras, segundo dados do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel).

Mais da metade das pessoas que têm chuveiro elétrico em suas casas conhecem outras formas de aquecimento e não trocam o chuveiro elétrico

Para o professor Ivanildo Hespanhol, que coordena a pesquisa, os resultados resgatam o valor do chuveiro elétrico, uma invenção brasileira com mais de 80 anos de vida, considerada a forma mais barata e acessível para população brasileira tomar banho quente, resguardando o direito do povo à saúde, dignidade e higiene.

De acordo com ele, mais da metade das pessoas que têm chuveiro elétrico em suas casas conhecem outras formas de aquecimento e não trocam o chuveiro elétrico. Um dos fatores que explicam tal constatação é o alto custo das outras formas de aquecimento.

Não custa lembrar, no entanto, que mesmo mais barato, o chuveiro elétrico continua a ser um dos objetos residenciais que mais consomem energia. Portanto, nada de abuso.

Com informações da Agência USP

 

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital