Editorias / Reduzir, Reutilizar, Reciclar
HOME | Posts | 2013 | Fevereiro | Projetos incluem catadores de materiais recicláveis no Carnaval

Reduzir, Reutilizar, Reciclar

14 de Fevereiro de 2013

Leia Também
 

Projetos incluem catadores de materiais recicláveis no Carnaval

catdor1.jpgF
Foto: Gov/Ba

Após o Carnaval, o cenário é geralmente desolador: toneladas de lixo espelhados pelos circuitos da festa e, por vezes, sobra até mesmo para o oceano mais próximo.

No tradicional Carnaval carioca, a Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (Comlurb) recolheu 770 toneladas de lixo durante os cinco dias de festa. A quantidade de resíduos coletado é 20% maior que em 2012, quando foram recolhidas 643 toneladas.

Em Salvador, o montante foi ainda maior: cerca de 1.109 toneladas de lixo foram coletados pela Empresa de Limpeza Urbana do Município (Limpurb). Além disso, 1.300 kg de lixo recolhidos do fundo do mar da Barra, em uma ação de limpeza do Projeto Fundo Limpo, da Escola de Mergulho Galeão Sacramento. Foram encontrados desde latas e garrafas plásticas até pneus, sacos, vidro e uma enceradeira.

catador1.jpg
Foto: Divulgação

Recicláveis

A coleta seletiva também esteve presente na capital fluminense. A Associação de Blocos da Zona Sul, Santa Teresa e Centro do Rio (Sebastiana) capacitou mais de 200 catadores para recolher 10.441 quilos de resíduos das ruas. O volume foi maior que o de 2012, quando foram coletadas oito toneladas de resíduos recicláveis, segundo a Sebastiana.

Os catadores de material reciclável recebem de R$ 70 a R$ 300 por dia de trablho, a depender da produtividade e da qualidade do material

O projeto EcoFolia Solidária, que atua há nove anos na folia soteropolitana, reúne cerca de 2,5 mil catadores para fazer a coleta seletiva no Carnaval. O balanço oficial ainda não foi divulgado, mas a expectativa é que o número ultrapasse a marca de 100 toneladas recolhidas, alcançada em 2012.

A iniciativa inovou este ano: além da tradicional atuação nas ruas, 15 catadores cadastrados recolheram resíduos recicláveis dentro de um bloco da festa, o Me Abraça.

Geralmente, os catadores não possuem acesso aos blocos e camarotes e os resíduos produzidos nesses ambientes, por vezes, se misturam ao lixo comum. Para tanto, o EcoFolia fez um parceria com o Projeto Humanizar, que visa ir além do Carnaval, no intuito de dar condições adequadas de trabalho, treinamentos e capacitação aos catadores.

Como o projeto ajuda: cada catador recebe um kit de proteção individual, com calça, camisa, luva, botas e protetores auriculares, além de três tíquetes de refeição diários. Os catadores têm aind acesso a cinco centrais de apoio às atividades para onde podem levar o material coletado.

 

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital