Editorias / Vida e Saúde
HOME | Posts | 2013 | Junho | OMS lança guia para combater a obesidade e a desnutrição infantil

Vida e Saúde

05 de Junho de 2013

Leia Também
 

OMS lança guia para combater a obesidade e a desnutrição infantil

desnut-ecod.jpg
O documento sugere o uso de alimentos saudáveis e de suplementos nutritivos, quando necessário
Foto: UN Photo/Sophia Paris

Depois do lançamento do relatório O Estado da Alimentação e da Agricultura 2013 (Sofa), da FAO, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apresentou na quarta-feira, 5 de junho, o guia 24 Ações Essenciais de Nutrição, que pretende orientar as autoridades na adoção de medidas eficazes para evitar tanto a obesidade como a desnutrição.

A agência da ONU alertou para a ameaça dupla da obesidade e da desnutrição infantil em países de média e baixa rendas. Segundo a OMS, essas nações estão negligenciando a obesidade como uma grande ameaça à saúde. O documento mostra que 75% das crianças acima do peso vivem em países em desenvolvimento. A África, quase dobrou o número de menores acima do peso nos últimos 20 anos.

Entre as medidas citadas no guia estão a melhora da nutrição de gestantes e mulheres em fase de amamentação e o incentivo ao aleitamento materno. Já em relação às crianças, o documento sugere o uso de alimentos saudáveis e de suplementos nutritivos, quando necessário.

Em 2012, a Assembleia Mundial da Saúde adotou várias metas que devem ser cumpridas pelos países até 2025.

O diretor do departamento de nutrição da OMS, Francesco Branca, afirmou que cada vez mais as autoridades estão encontrando crianças obesas em países onde a desnutrição também é grande.

Os dois lados da moeda

Dois bilhões de pessoas sofrem de uma ou mais deficiências de micronutrientes, enquanto 1,4 bilhão tem excesso de peso, das quais 500 milhões são obesas, de acordo com o relatório Sofa.

A OMS calcula que 35% das mortes dessas crianças estejam associadas à desnutrição. Ao mesmo tempo, 43 milhões de menores de 5 anos são considerados acima do peso ou obesos.

Entre os anos de 2010 e 2012, foram registrados cerca de 870 milhões de pessoas sofrendo de fome crônica. Em 2012, a Assembleia Mundial da Saúde adotou várias metas que devem ser cumpridas pelos países até 2025. Entre elas, estão a redução de 40% do número de crianças menores de cinco anos que sofram de nanismo, assim como a diminuição de 50% dos casos de anemia entre as mulheres em idade reprodutiva.

- Saiba mais sobre o guia (em inglês) -

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital