Editorias / Energia
HOME | Posts | 2013 | Novembro | Cidadezinha paranaense será abastecida com energia extraída das fezes de porco

Energia

26 de Novembro de 2013

Leia Também
 

Cidadezinha paranaense será abastecida com energia extraída das fezes de porco

suinos-ecod.jpg
Foto: Agência de Notícias do Acre

Há 40 anos veio Itaipu, e a pequena cidade de Entre Rios do Oeste, no Paraná, perdeu território para a hidrelétrica. Agora, os gestores da usina estão implantando um projeto com os agricultores locais que, se der certo, vai tornar o município autossuficiente energeticamente daqui a um ano e meio.

Na verdade, é melhor - somente com as fezes expelidas pelos porcos da região, Entre Rios do Oeste vai produzir energia suficiente para seus quatro mil moradores e ainda vai ter o bastante para vender de volta para rede elétrica.

A ideia é utilizar o esterco produzido pelos 130 mil suínos para mover uma usina de energia à base de metano. A Copel, distribuidora de energia à frente do projeto, já assegurou R$ 19 milhões para começar a implantar a usina no início de 2014. O plano faz parte do cumprimento da lei que obriga a concessionária investir em desenvolvimento e pesquisa.

Dos 93 proprietários rurais da cidade, 63 se comprometeram a instalar biodigestores em suas propriedades, ao custo de cerca de R$ 40 mil cada, onde serão armazenados os resíduos orgânicos dos animais. No tanque, o metano será extraído pela ação de bactérias e, depois, a substância será transportada por rede de gasodutos até a usina de metano. Segundo produtores da região, cada suíno gera por dia, aproximadamente, dez litros de material orgânico (urina e a água para lavagem também contam). O produtor será remunerado pelo gás que entrar na rede.

Vantagens

Embora a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acredite que o projeto só vai funcionar por ser em pequena escala e ainda assim não é economicamente vantajoso, pesquisadores da USP acreditam que os benefícios ambientais compensam.
"Um dos problemas com fezes de suínos é a contaminação ambiental, mas, depois de tirar o biogás, elas viram fertilizante que não polui", afirmou à Folha de S.Paulo o diretor da faculdade de veterinária da USP Enrico Lippi Ortolani.

Ele explica que os suínos da cidade produzem esgoto equivalente a uma população de mais de 500 mil habitantes - resíduos que acabam na bacia hidrográfica da região.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital