Editorias / Economia e Política
HOME | Posts | 2013 | Setembro | Desperdício de alimentos causa prejuízos anuais de US$ 750 bi e também impacta meio ambiente

Economia e Política

11 de Setembro de 2013

Leia Também
 

Desperdício de alimentos causa prejuízos anuais de US$ 750 bi e também impacta meio ambiente

desperdicio.jpg
 O mau uso do lixo alimentar gera prejuízos também à qualidade de vida
Foto: Naval Surface Warriors

Um estudo da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) advertiu que os desperdícios com alimentos no mundo podem causar cerca de US$ 750 bilhões anuais de prejuízos. Pelo relatório, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos desperdiçadas por ano provocam estragos no solo e no meio ambiente. O documento, que foi lançado nesta quarta-feira, 11 de setembro, alerta que o mau uso do lixo alimentar gera prejuízos também à qualidade de vida.

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, em 2013, o EcoD produziu uma série de conteúdos especiais mostrando as inovações que estão solucionando o problema do desperdício de alimentos

O diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, destacou à Agência Brasil que medidas preventivas devem ser adotadas por todos – agricultores, pescadores, processadores de alimentos, supermercados, os governos locais e nacionais, assim como os consumidores. "Temos que fazer mudanças em todos os elos da cadeia alimentar humana para impedir que ocorra o desperdício de alimentos, em seguida temos de promover a reutilização e reciclagem".

Graziano lembrou que há situações que dificultam o desperdício de alimentos devido às "práticas inadequadas" na produção. Ele ressaltou que a FAO criou um manual que mostra medidas adotadas por governos nacionais e locais, agricultores, empresas e consumidores para resolver o problema.

Caminho da sustentabilidade

O diretor executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Achim Steiner, ressaltou que o ideal é buscar o caminho da sustentabilidade, ao qual devem aderir todos os que participam da cadeia alimentar – do produtor ao consumidor.

Pelo relatório, 54% dos resíduos dos alimentos no mundo ocorrem na fase inicial da produção – na manipulação, após a colheita e na armazenagem. Os restantes 46% de prejuízos ocorrem nas etapas de processamento, distribuição e consumo de alimentos. Os produtos que se perdem ao longo do processo variam em cada região.

Segundo o estudo da FAO, a cada ano, toda a comida produzida, mas não consumida, gera na atmosfera um volume de 3,3 bilhões de toneladas de gases que causam o efeito estufa.

Na Ásia, o problema são as perdas envolvendo os cereais, em particular, o arroz. O prejuízo com carne é menor, segundo os dados. Porém, os resíduos de frutas contribuem significativamente para o desperdício de água no Continente Asiático, assim como na Europa e na América Latina.

Nos países em desenvolvimento, os maiores prejuízos ocorrem na fase após a colheita. A FAO recomenda que seja feito um esforço coletivo para orientar as colheitas e equilibrar a produção com a demanda. Também faz sugestões sobre a reutilização e recuperação de alimentos. Uma síntese do estudo, publicado hoje, está na página da FAO.

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, em 2013, o EcoD produziu uma série de conteúdos especiais mostrando as inovações que estão solucionando o problema do desperdício de alimentos. (Conheça!)

 

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital