Editorias / Turismo Sustentável
HOME | Posts | 2013 | Setembro | Primeira plataforma de crowdfunding do Brasil para turismo sustentável busca viabilizar projetos

Turismo Sustentável

17 de Setembro de 2013

Leia Também
 

Primeira plataforma de crowdfunding do Brasil para turismo sustentável busca viabilizar projetos

Conectar organizações e pequenos empreendedores que tenham projetos de turismo inspiradores a viajantes dispostos a divulgar e financiar o turismo sustentável. Esse é o objetivo da Garupa, uma organização sem fins lucrativos que é a primeira plataforma de crowdfunding do país voltada ao tema. 

A iniciativa desenvolvida em parceria com a plataforma de comunicação Juntos.com.vc, que tem foco em ações de impacto social, busca dar visibilidade aos projetos que tenham um objetivo claro, um plano de ação e um fim determinado e palpável.

"Muitas propostas estão relacionadas à criação, ampliação ou melhoria de roteiros de viagem, meios de hospedagem, passeios, restaurantes comunitários, centros de visitantes e outros serviços relacionados ao turismo", exemplifica o site da Garupa.

A partir daí é feita uma curadoria das iniciativas levando em conta critérios como o impacto social potencial, a sustentabilidade da operação e a qualidade da experiência turística proposta. Uma exigência é que a ideia seja colocada em prática no Brasil.

Basta preencher um formulário inicial de projetos, explicando quem é a pessoa interessada e a ideia, além de contar quanto quer arrecadar e qual é o prazo que precisa para isso (as campanhas podem ser de 30 ou 60 dias). A inscrição é feita de maneira independente e gratuita.

  • Bike na Amazônia

Um dos projetos já cadastrados é o De Bike pela Amazônia, que pretende comprar bicicletas para inclui-las no roteiro dos viajantes que visitam a comunidade ribeirinha Boa Vista do Acará (a 30 minutos de barco de Belém), onde vivem 150 famílias. A associação local, junto ao negócio social Estação Gabiraba, há anos leva turistas para um dia de degustação de fruta direto do pé, produção de farinha e biojoias, mergulho em igarapés e banho de cheiro com ervas locais. Agora, a proposta é viabilizar pedaladas no meio da floresta.

 

  • Mico-leão a salvo

Outro projeto de destaque é o Mico-leão-dourado de perto - e a salvo, que trabalha pela conservação da espécie e da Mata Atlântica fluminense. Há 30 anos, havia menos de 200 micos-leões-dourados na natureza. Hoje, são pelo menos 1.700 indivíduos na mata, muito graças à atuação da Associação Mico-Leão-Dourado, radicada na Reserva Biológica de Poço das Antas, a duas horas de do Rio de Janeiro.

  • Barro que vira arte

Já o projeto Fazendo arte com o barro do Jequitinhonha, da Raízes Desenvolvimento Sustentável, apoia as artesãs do Vale do Jequitinhonha (MG), que desenvolvem bonecas de barro. A proposta é oferecer uma viagem de seis dias a região para integrar uma oficina com essas profissionais, além de uma curadora especialista nessa produção regional. O resultado da experiência será uma exposição em Belo Horizonte ou São Paulo com peças produzidas nessas oficinas.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital