Editorias / Cidades Sustentáveis
HOME | Posts | 2015 | Outubro | Avenida Paulista será fechada para carros aos domingos, decide prefeitura

Cidades Sustentáveis

15 de Outubro de 2015

Leia Também
 

Avenida Paulista será fechada para carros aos domingos, decide prefeitura

paulista-ecod.jpg
Avenida Paulista já foi fechada três vezes neste ano. Medida beneficia, principalmente, pedestres e ciclistas
Fotos: André Tambucci / Fotos Públicas

A Avenida Paulista, uma das mais movimentadas da cidade de São Paulo, passará a ser fechada para o tráfego de carros a partir do próximo domingo, 17 de outubro, anunciou nesta quinta-feira (15) o prefeito Fernando Haddad (PT). O objetivo, segundo a prefeitura, é criar um espaço de lazer em área com grande oferta de serviços e fácil acesso, além de estimular a convivência entre pedestres e ciclistas.

A Paulista já foi fechada para automóveis três vezes neste ano, mas em caráter experimental. Na Parada Gay e na inauguração da ciclovia (em junho), e no dia 23 de agosto, quando começou a funcionar a ciclovia da avenida Bernadino de Campos, na mesma região.

No dia 9 de outubro, o Ministério Público recomendou que a prefeitura deixasse ao menos duas faixas de rolagem (uma em cada sentido) livres para o tráfego de veículos, além de duas ou mais transversais que permitam o cruzamento da avenida.

paulista2-ecod.jpg 

O Ministério Público ainda recomendou que a medida demorasse de quatro a seis meses para ser implantada para que a administração municipal tivesse mais tempo para fazer estudos e audiências públicas para avaliar o impacto do trânsito na região.

Haddad afirmou que iria estudar se a proposta do Ministério Público colocaria em risco a segurança dos pedestres e ciclistas que circularem pelo local.

Opiniões divergentes
A Procuradoria argumenta que um acordo assinado em 2007 com a prefeitura limitou a três por ano os eventos de duração prolongada e com interrupção da via. Além disso, afirma que a audiência pública para debate do assunto foi desorganizada e em local inadequado. 

Em contraponto, a Prefeitura de São Paulo justifica que utilizar a via para lazer é uma política pública, e não um evento privado (razão do acordo de 2007), e que a audiência pública no vão livre do Masp foi bem organizada e divulgada, atendendo as exigências feitas pelo Ministério Público.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital