Editorias / Economia e Política
HOME | Posts | 2016 | Posts | Fevereiro | Chefe da ONU defende que paz e desenvolvimento andem de "mãos dadas"

Economia e Política

24 de Fevereiro de 2016

Leia Também
 

Chefe da ONU defende que paz e desenvolvimento andem de "mãos dadas"

ban-ecod.jpg
Um dia antes da conferência, Ban visitou uma escola em Kitchanga, na República Democrática do Congo
Foto: Eskinder Debebe/ONU

O secretário-geral da ONU Ban Ki-moon está em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo, onde nesta quarta-feira, 24 de fevereiro, destacou a importância da paz e do desenvolvimento andarem sempre de "mãos dadas".

Ban discursou na Conferência de Investimento do Setor Privado dos Grandes Lagos. O chefe da ONU destacou que os líderes da região já entenderam que "a falta de empregos e de oportunidades criam um ambiente propício para os conflitos".

Para o chefe da ONU, a conferência é uma oportunidade de se compartilhar ideias e experiências sobre a importância de atrair investimento do setor privado, promover negócios e melhorar a cooperação econômica nos Grandes Lagos.

Ban Ki-moon pediu que invistam mais em ações para combater a mudança climática e criem um ambiente propício para os negócios e investimentos "responsáveis e sustentáveis"

Ele lembrou que com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os líderes mundiais prometeram acabar com a pobreza até 2030 e não deixar ninguém para trás.

Empregos e negócios
Aos governantes africanos, Ban Ki-moon pediu que invistam mais em ações para combater a mudança climática e criem um ambiente propício para os negócios e investimentos "responsáveis e sustentáveis".

Aos líderes do setor privado da África, a mensagem foi a seguinte: "contribuam para a transformação dos Grandes Lagos, reforçando a capacidade produtiva, criem empregos decentes e promovam o desenvolvimento inclusivo".

Segurança
O chefe da ONU também fez um pedido aos líderes de negócios globais e aos investidores: "construam pontes para a integração regional, criando assim maiores mercados e retorno de investimentos privados".

Ban destacou que a região dos Grandes Lagos está no "coração da África" e pode servir de motor para o desenvolvimento e o crescimento econômico.

Também em Kinshasa, o secretário-geral encontrou-se com o presidente da RD Congo. Ban Ki-moon e Joseph Kabila falaram sobre a importância da integração econômica, dos recursos naturais e dos problemas de segurança da região dos Grandes Lagos.

(Por Leda Letra, da Rádio ONU)

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital