Editorias / Reduzir, Reutilizar, Reciclar
HOME | Posts | 2016 | Posts | Janeiro | Projeto Praia sem Bituca recolhe 15 mil pontas de cigarro em apenas dez dias

Reduzir, Reutilizar, Reciclar

05 de Janeiro de 2016

Leia Também
 

Projeto Praia sem Bituca recolhe 15 mil pontas de cigarro em apenas dez dias

bituca-ecod.jpg
Todas as bitucas recolhidas durante a alta temporada terão seu poder calorífico utilizado na produção de cimento
Fotos: Divulgação

Situada em Imbituba, ao sul de Santa Catarina, a Praia do Rosa conta atualmente com um projeto de gestão ambiental de bitucas de cigarros. Desde o dia 18 de dezembro, quem frequenta do Rosa Norte ao Rosa Sul tem a opção de descartar as pontas de cigarro em uma das 11 bituqueiras instaladas nas entradas de acesso à praia junto às lixeiras. Em apenas dez dias, 15 mil bitucas já foram descartadas nos coletores, deixando de poluir a areia e prejudicar a fauna.

O Praia sem Bituca, realizado aos moldes do projeto Poa Sem Bituca, de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, prevê o coprocessamento das pontas de cigarro. Todas as bitucas recolhidas durante a alta temporada terão seu poder calorífico utilizado na produção de cimento, substituindo o uso do coque de petróleo nos fornos. O procedimento controlado é utilizado há mais de 40 anos em países europeus e no Japão. Até as cinzas são aproveitadas na produção de cimento.

Mentor da iniciativa, o empresário Flávio Costa Leites também pensou na praticidade dos fumantes. Quem passa o dia na Praia do Rosa certamente irá encontrar promotores com porta-bitucas. Vendidos na areia, a custo módico, os porta-bitucas vêm com o emblema do projeto e em diferentes estampas. "Sabemos que geralmente o fumante tem o cacoete de arremessar a bituca no chão, pois afirma que não há lugar para apagar a bagana. Com os porta-bitucas, este problema é resolvido. Além de ser prático e fácil de carregar em qualquer lugar, também é um suvenir com função sustentável", destaca.

bitucas2-ecod.jpg

O coordenador do Movimento Rosamor, Zeno Castilho, trabalha em diversas frentes para reduzir a quantidade de resíduos descartada de fora irresponsável por turistas. Ele mobilizou empresários da região para tentar fazer com que a Praia do Rosa se torne, já neste veraneio, a mais limpa do país. “Temos muitos problemas com a gestão dos resíduos aqui no Rosa, principalmente na virada do ano", afirma.

O projeto Praia Sem Bituca, da empresa Eco Prática, tem o apoio de movimentos de cuidado com o Rosa e de empresários locais, que ajudam a viabilizar economicamente a iniciativa, tais como Movimento Rosamor, Casarão do Rosa, Virada Mágica, Flor do Mar - Casas para Alugar, Rosa Grill, Gralha Azul, Art&Casa, Albergue Explorer e Rosa Hara.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital