Editorias / Economia e Política
HOME | Posts | 2016 | Posts | Julho | Novo índice demonstra que países precisam agir com urgência para atingir as metas globais

Economia e Política

15 de Julho de 2016

Leia Também
 

Novo índice demonstra que países precisam agir com urgência para atingir as metas globais

onu-ecod.jpg
Sede da ONU, em Nova York, ilustra painéis com as metas da sustentabilidade
Foto: Cia Pak/ONU

Um ano atrás, líderes globais de 193 países membros da ONU se reuniram em Nova York para a maior cúpula da história e se comprometeram com as 17 Metas de Desenvolvimento Sustentável, um conjunto de objetivos ambiciosos relacionados às três dimensões do desenvolvimento sustentável – econômico, social e ambiental. Nesta quinta-feira, 14 de julho, a Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável (SDSN) e a Bertelsmann Stiftung lançaram um novo Índice e Painel das Metas de Desenvolvimento Sustentável proporcionando um boletim para o rastreamento do progresso das SDGs e para a garantia de responsabilidade.

O relatório mostra como líderes podem cumprir suas promessas e encoraja os países a não perderem a motivação para realizar reformas importantes. O Índice e Painel dos ODS coleta dados disponíveis de 149 países para avaliar a posição de cada um deles em 2016 em relação ao alcance dos ODS.

Os países que estão mais próximos a atingir as metas não são as maiores economias, mas são os países comparativamente pequenos e desenvolvidos: Suécia, Dinamarca e Noruega são os três países de melhor desempenho. A Alemanha e o Reino Unido são os únicos países do G7 classificados entre os melhores dez. Os Estados Unidos ocupa a 25ª classificação no Índice, enquanto a Federação Russa e a China ocupam respectivamente a 47ª e a 76ª posições. Países pobres e em desenvolvimento apresentam compreensivelmente as pontuações mais baixas no Índice dos ODS por possuírem poucos recursos à disposição: a República Centro-Africana, Chad e Níger ocupam a posição mais baixa no Índice e têm um longo caminho a seguir até alcançar os ODS.

ranking-ecod.jpgO relatório destaca os maiores desafios por região: os países da OECD (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômicos) lutam para satisfazer as metas quanto à igualdade, consumo sustentável, mudanças climáticas e ecossistema, enquanto muitos países em desenvolvimento enfrentam grandes dificuldades para o fornecimento de serviços sociais e infraestrutura básica para a população. O leste e o sul da Ásia superam muitas outras regiões em desenvolvimento, mas os desafios em saúde e educação ainda persistem.

Níveis de desigualdade
Para a América Latina e o Caribe, as questões mais urgentes residem nos altos níveis de desigualdade. Apesar dos progressos recentes e significativos na África subsaariana, a região mais pobre do mundo enfrenta muitos desafios em relação a todos os ODS, com a extrema pobreza, fome e saúde representando as principais áreas que necessitam uma melhoria substancial.

"Líderes globais falaram muito na cúpula histórica no ano passado. Agora precisamos garantir que vão fazer o que falaram. Os primeiros anos de implementação serão cruciais para a realização das Metas de Desenvolvimento Sustentável até 2030", disse Aart De Geus, CEO e presidente da Bertelsmann Stiftung.

"As Metas de Desenvolvimento Sustentável são metas desafiantes, mas podem ser alcançadas se os países trabalharem em direção a elas com clareza e determinação. O Índice e o Painel dos ODS podem ajudar a delinear um caminho prático para a obtenção das metas", disse Jeffrey D. Sachs, diretor dos ODS.

Sobre o estudo
Por ocasião do Fórum Político de Alto Nível sobre o Desenvolvimento Sustentável e o encontro ministerial em Nova York (18 a 20 de julho de 2016), a Bertelsmann Stiftung a e Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentáveis da ONU (SDSN) apresentarão o primeiro estudo comparativo do mundo sobre as Metas de Desenvolvimento Sustentável para 149 países. A SDSN é uma associação de institutos de pesquisa formada para apoiar os novos objetivos da ONU. A Bertelsmann Stiftung é uma das maiores fundações na Alemanha que trabalha para promover a inclusão social para todos.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital