Editorias / Eventos e Campanhas
HOME | Posts | 2018 | Posts | Coxinha de jaca e pizza de tofu são atrações de feira vegana em Salvador

Eventos e Campanhas

26 de Janeiro de 2018

 

Coxinha de jaca e pizza de tofu são atrações de feira vegana em Salvador

pizza-ecod.jpg
Pizza de tofu é uma das iguarias que será encontrada na feira vegana
Fotos: Divulgação

Que tal experimentar uma coxinha que em vez de frango ou carne tem a jaca como recheio? E por que não saborear uma pizza que substitui o queijo por tofu? Caso tenha interesse em descobrir delícias da culinária e outros produtos que não contenham origem animal, uma boa pedida para este sábado (27) é visitar a 2ª edição da Feira Vegan, realizada na Casa Guió, no Rio Vermelho em Salvador.

A busca por uma vida mais natural e consciente a respeito das cadeias produtivas e do próprio consumo tem feito parte dos valores de muitos brasileiros. Em Salvador, a comunidade vegana tem dado destaque à sustentabilidade e ao “compre de quem faz” como impulsos para pensar sobre o próprio consumo e ter melhor conhecimento do que leva para casa.

Depois do sucesso da 1ª edição da Feira Vegan, realizada em dezembro, e que contou com um público de mais de 500 pessoas, chegando a esgotar produtos antes do horário estimado para encerramento, o grupo de ativistas à frente do projeto resolveu expandir o evento, aumentando o número de expositores e possibilitando mais ofertas de produtos alimentícios, cosméticos veganos e manufaturados.

Nesta edição, a feira contará com o total de 22 expositores

A busca por uma vida mais natural e consciente a respeito das cadeias produtivas e do próprio consumo tem feito parte dos valores de muitos brasileiros. Em Salvador, a comunidade vegana tem dado destaque à sustentabilidade e ao “compre de quem faz” como impulsos para pensar sobre o próprio consumo e ter melhor conhecimento do que leva para casa.

Evento maior
Depois do sucesso da 1ª edição da Feira Vegan, realizada em dezembro, e que contou com um público de mais de 500 pessoas, chegando a esgotar produtos antes do horário estimado para encerramento, o grupo de ativistas à frente do projeto resolveu expandir o evento, aumentando o número de expositores e possibilitando mais ofertas de produtos alimentícios, cosméticos veganos e manufaturados.

Nesta edição, a feira contará com o total de 22 expositores, prática de yoga durante toda a manhã, com a instrutora Lara Raphaele, da Yoga em Sintonia, e debate sobre sustentabilidade ao final. Participam do evento as marcas: Amana, Fulô de Cacau, Rango Vegan, Nana Veg, Teimozza, Delícias Veganas, Quitanda Vegetariana, Ravegana, Menina Terra, Veganas Baianas, Capim Rosa Chá, Evolua, Baunilha Haus, Q Veg, Anima Veg, Talo, B Vegan, Mó - Cozinha Criativa, Empatia - Saúde & Culinária, Casa aberta, Passarin - Delícias Veganas e Las Veggies.

pomada-ecod.jpg

Debate
O debate contará com nomes como a pesquisadora autora do livro Ética e Experimentação Animal — Fundamentos Abolicionistas, Sônia Felipe; o educador humanitário, ativista vegano e ambientalista, Francisco Athayde; e a biomédica, integrante da Mercy for Animals e idealizadora da Veganas Baianas, Hanna Soares Pereira. A mediação ficará por conta da bióloga, mestre em ecologia Emanuela Guirra.

“A Feira Vegan é um projeto independente, pensado por empreendedores e ativistas veganos de Salvador, que sentiam falta de uma feira exclusivamente vegana na cidade e iniciaram juntos um trabalho coletivo, que se pretende horizontal, fortalecendo o comércio justo, consciente e sem exploração”, explica a organização do evento.

Veganismo
Segundo definição criada pela The Vegan Society, da Inglaterra, a entidade vegana mais antiga do mundo, o veganismo “é uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade”.

De acordo com o site Seja Vegano (sejavegano.com.br), existem centenas de alimentos naturalmente veganos, como arroz, feijão, legumes, hortaliças, castanhas, frutas e muitos outros. “Há também pratos tradicionais que não têm nada de origem animal em suas receitas originais. É o caso de muitas receitas árabes, brasileiras, italianas, mediterrâneas e orientais.”

SERVIÇO:
Quando? 27/01, das 9h às 18h.
Onde? Casa Guió, no Rio Vermelho (ao lado da Commons).
Quanto? Gratuito.
Programação
9h: Prática de yoga com Lara Raphaele, da Yoga em Sintonia.
9h — 16h: Exposição e venda de produtos alimentícios, cosméticos veganos e produtos manufaturados.
16h — 18h: Bate-papo sobre “Sustentabilidade e Consumo consciente”
Mesa:
Sônia Felipe, pesquisadora autora do livro Ética e Experimentação Animal — Fundamentos Abolicionistas;
Francisco Athayde, educador humanitário, ativista vegano e ambientalista;
Hanna Soares Pereira, biomédica, integrante da Mercy for Animals e idealizadora da Veganas Baianas.
Mediação: Emanuela Guirra, bióloga e mestre em ecologia.
Expositores:
Amana, Fulô de Cacau, Rango Vegan, Nana Veg, Teimozza, Delícias Veganas, Quitanda Vegetariana, Ravegana, Menina Terra, Veganas Baianas, Capim Rosa Chá, Evolua, Baunilha Haus, Q Veg, Anima Veg, Talo, B Vegan, Mó - Cozinha Criativa, Empatia - Saúde & Culinária, Casa aberta, Passarin - Delícias Veganas e Las Veggies.
 
Matéria publicada originalmente no CORREIO Sustentabilidade.

 

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital