Editorias / Energia
HOME | Notícias | EcoD Básico: Energia Nuclear

Energia

12 de Março de 2009

 

EcoD Básico: Energia Nuclear

 
Centrais nucleares ganham mercado em todo o mundo/Foto: Tonyç

Energia nuclear é aquela que mantém prótons e nêutrons juntos no núcleo, responsável pela ligação dos chamados nucleons (partículas do núcleo). Em suma, ela consiste no uso controlado das reações nucleares com objetivo de se obter energia para a realização de movimento, eletricidade, energia e calor.

De acordo com a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), existem duas formas de aproveitar a energia nuclear para convertê-la em calor: a primeira é a fissão nuclear, onde o núcleo atômico se subdivide em duas ou mais partículas. Já na fusão nuclear, ao menos dois núcleos atômicos se unem para produzir um novo núcleo. Vale destacar que a energia nuclear não é renovável, uma vez que a sua matéria-prima é formada por elementos químicos, como o urânio, extraídos de minerais (no caso do urânio, um dos minerais utilizados é a autonite).

A fissão nuclear do urânio é a principal aplicação civil da energia nuclear. Este processo é utilizado em centenas de centrais nucleares em todo o mundo, principalmente em países como França, Japão, Estados Unidos, Alemanha, Brasil, Suécia, Espanha, China, Rússia, Coréia do Norte, Paquistão e Índia.

Vantagens e desvantagens

Listamos para você as vantagens e desvantagens já descobertas em relação ao uso da energia solar. Começamos pelos pontos vantajosos:

• Não contribui para o efeito de estufa (principal);
• Não polui o ar com gases de enxofre, nitrogênio e particulados;
• Não utiliza grandes áreas de terreno: a central requer pequenos espaços para sua instalação;
• Não depende da sazonalidade climática (nem das chuvas, nem dos ventos);
• Tem pouco ou quase nenhum impacto sobre a biosfera;
• Conta com grande disponibilidade de combustível;
• É a fonte mais concentrada de geração de energia;
• A quantidade de resíduos radioativos gerados é extremamente pequena e compacta;
• A tecnologia do processo é bastante conhecida;
• O risco de transporte do combustível é significativamente menor quando comparado ao gás e ao óleo das termoelétricas.

Por outro lado, a energia nuclear também é desvantajosa em alguns aspectos. São eles:

• Há a necessidade de armazenar o resíduo nuclear em locais isolados e protegidos;
• Necessidade de isolar a central após o seu encerramento;
• É mais cara quando comparada às demais fontes de energia;
• Os resíduos produzidos emitem radiatividade durante muitos anos;
• Registram-se dificuldades no armazenamento dos resíduos, principalmente em questões de localização e segurança;
• Pode interferir, mesmo que não seja de forma drástica, nos ecossistemas;
• Grande risco de acidente na central nuclear.

História

Historicamente, as centrais nucleares foram construídas para o uso civil ou militar. O aumento da produção de plutônio nestas centrais gerou grandes quantidades de resíduos radioativos, que devem ser enterrados sob fortes medidas de segurança, a fim de que o meio ambiente não seja contaminado. Não por acaso os movimentos ambientalistas pressionam as entidades governamentais para a erradicação das usinas termonucleares, por entenderem que são uma fonte perigosa de contaminação do meio ambiente.

O primeiro teste nuclear da história foi realizado em 16 de julho de 1945, no deserto de Alamogordo, no Novo México. Já o segundo e o terceiro foram executados em plena Segunda Guerra Mundial e teve consequências aterradoras: a bomba atômica lançada pelos Estados Unidos nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki dizimou às respectivas populações numa fração de segundo.

Depois de alguns acidentes como o de Chernobyl (1986), diversos países diminuíram os investimentos em seus programas de produção de energia nuclear, em especial a Itália, que desativou permanentemente os reatores e cancelou os projetos. Paralelamente, a indústria nuclear mundial passou a investir em segurança como forma de superar a decadência com a qual se deparou este setor na década de 1980.

No entanto, atualmente, defensores da utilização da energia nuclear (para fins civis) como fonte energética consideram que estes processos são as únicas alternativas viáveis para suprir a crescente demanda mundial por energia, em relação a futura escassez dos combustíveis fósseis. Eles consideram a utilização da energia nuclear como a mais limpa das existentes.

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital