Editorias / Carros e Transportes
HOME | Posts | 2011 | Junho | EcoD Básico: Aeromóvel

Carros e Transportes

01 de Junho de 2011

Leia Também
 

EcoD Básico: Aeromóvel

 

O que é

Inventado na década de 1970 pelo engenheiro brasileiro Oskar Coester, o aeromóvel (o nome deriva de Aerodynamic Movemente Elevated) é um transporte urbano automatizado em via elevada, movido a ar e que utiliza um sistema de propulsão pneumática, com base em conceitos fundamentais da aviação.

Como funciona

Considerado por especialistas em mobilidade urbana como uma alternativa rápida, barata e com elevada capacidade de deslocamento de pessoas, o aeromóvel baseia-se no princípio de redução do peso-morto por passageiro transportado (carga útil). Enquanto a maioria dos carros no país pesa uma tonelada e carrega uma pessoa, o veículo movido a ar muda essa relação para 40 quilos para cada passageiro. O menor peso gera economia de energia, mais segurança e maior eficiência no transporte público.

 
O aeromóvel não tem piloto ou motores e é impulsionado por grandes ventiladores instalados nas extremidades dos condutores/Imagem: Divulgação

Em média, um aeromóvel possui 24 metros e custa cerca de R$ 1,4 milhão (sem necessidade de pagamento de royalties). Cada vagão do aeromóvel pode transportar 140 passageiros de forma silenciosa e menos poluente. O veículo não tem piloto ou motores e é impulsionado por grandes ventiladores instalados nas extremidades dos condutores. Esta alternativa de transporte pode ser projetada para atender demandas de até 25 mil passageiros/hora-sentido.

Experiências

Apesar de ter sido concebido no Brasil, o aeromóvel ainda não é uma realidade aqui no país, embora já seja adotado na Europa há 20 anos. Na Ásia, o projeto foi implementado com sucesso em 1989, na cidade de Jakarta, capital da Indonésia. Lá, o sistema é composto por uma linha circular construída no interior de um parque ecológico, que abriga centros de convenções, teatros e hotéis.

Em Porto Alegre, o aeromóvel chegou a ter um trecho de testes implementado em 1983, quando o sistema percorreu um quilômetro sobre o trânsito da avenida Loureiro da Silva. Atualmente, a capital gaúcha tem o principal projeto brasileiro de implantação da alternativa, em vista de melhorar a mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014.

O aeromóvel fará a ligação entre o Aeroporto Salgado Filho e as estações da Empresa de Trens Urbanos (Trensurb) - serão 900 metros com custo inicial estimado em R$ 30 milhões. O modelo nacional terá capacidade para levar até treze mil passageiros por dia e percorrer o trecho em cerca de um minuto, ligando os terminais do aeroporto ao metrô convencional, que circula entre as cidades de Porto Alegre e de São Leopoldo.

Vantagens do aeromóvel

  • Mais barato em relação aos demais sistemas do gênero, como o BRT, VLT e metrô, pois não há a necessidade de pagamento de royalties (a concepção da tecnologia é brasileira);
  • Rapidez;
  • Deslocamento silencioso;
  • Não enfrenta engarrafamentos;
  • Dinamiza o transporte público, pois costuma ter ligação com outros sistemas, como o metrô;
  • Reduz o peso-morto em relação a carga útil, o que reduz o consumo de energia e peças.
  • É movido a ar, em vez de combustíveis fósseis.

Desvantagens

  • Não tem tradição no transporte de grandes massas, como o metrô;
  • Falta de experiência com essa alternativa no país, embora o sistema tenha sido criado no Brasil.

Fonte: site oficial do Aeromóvel/Trensurb

Faça sua doação!

Estamos precisando muito da sua ajuda e qualquer valor doado é de grande importância.

Você pode impedir que este trabalho importante de conscientização acabe, fazendo sua doação. Todos os recursos obtidos serão utilizados para a manutenção de nossas atividades. Vale lembrar que todo conteúdo é 100% gratuito e acessível a qualquer cidadão.

Clique aqui e saiba como fazer a sua doação!

Comentários

Deixe sua opinião sobre este assunto.

Dicas
Veja Mais Dicas
Guias
Veja Mais Guias
 
Shopping EcoD
Abrasivo Digital